50 mil pessoas serão beneficiadas com o Gás Social em Manaus

478

Você coloca a panela no fogo para fazer aquele feijão, ela nem pegou pressão ainda e o gás acaba. Bem, muitas donas de casa já passaram por essa situação desanimadora. Ainda mais porque um botijão de gás custa entre R$ 70,00 a 120,00 em média. Não é toda hora que se tem esse dinheiro na carteira. Mas, para os moradores de Manaus, o feijão vai ficar pronto logo, com um projeto piloto de gás natural, onde o preço é bem mais em conta.

De acordo com a Associação Brasileira de Agências de Regulação, os engenheiros da Arsam apresentaram, no mês de maio, um projeto piloto para os moradores do  Residencial Viver Melhor 1, localizado no bairro Santa Etelvina, zona norte da capital Manaus. Para quem muitas vezes vive sem salário fixo, ou com o salário mínimo apenas, diminuir os gastos com o gás já é uma grande ajuda no orçamento do mês.

O projeto foi  criado para a implantação da rede de gás natural canalizado (GNC), e a ideia é atender à população de baixa renda das duas etapas do Residencial Viver Melhor e de mais cinco conjuntos habitacionais de interesse social em seu entorno. De acordo com o chefe de Departamento de Recursos Energéticos da Arsam, José Sélvio Picanço,a economia é de  em média de 42,50%, comparado ao Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o armazenado em botijas.

Mas enquanto o projeto em Manaus ainda não deixa ser um piloto e  ainda falando de economia, que reflete diretamente nas despesas da casa, algumas atitudes podem ajudar a economizar dentro de casa. Como por exemplo a escolha da melhor panela.

De acordo com o portal magodecasa.com.br, por exemplo, na internet é possível encontrar descrições dos tipo de panela, e saber quais ajudam a economizar mais energia, além de modelos que trazem mais segurança, principalmente no caso das panelas de pressão, que causam mais “medo”.

A dona de casa Silvana  Mara Bernhardt diz que são duas coisas que ela mais teme dentro de casa,  é acabar o gás na hora do almoço para a família e que a panela de pressão possa explodir. “Eu sempre tomo muito cuidado, às vezes ela começa fazer um barulho estranho, daí desligo, mas é só saber mexer, não abrir antes da hora que dá tudo certo.” Mas Silvana não está sozinha, até gente famosa  já confessou ter  medo de panela de pressão.

E essa realmente é uma preocupação justa, porque se o produto não for de qualidade, ou não cumprir certos requisitos de segurança, pode ser muito perigoso. Por isso a escolha da panela certa pode ajudar na economia e também na segurança. Enquanto o preço do gás não baixa, é possível economizar de outras maneiras.

FOTO: Divulgação / ARSAM
FOTO: Divulgação / ARSAM

Comentários