A freira: Colombiana larga 8 anos de convento e vira atriz pornô

5765

A colombiana, Yudy Pineda, 28 anos, veio de uma aldeia indígena de Ituango. Devido a violência ela teve se mudar para a região de Urabá.

Yudi Pineda, aos 10 anos de idade, se uniu ao convento onde permaneceu durante 8 anos, no entanto, ao se apaixonar por um professor catequese, decidiu sair do convento, pois não achava certo fazer o que ela estava fazendo.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

ME ENCANTA SER COMO SOY CON MIS ERRORES Y MIS ACIERTOS ESTOY EN COMPLETO APRENDIZAJE SIEMPRE😗💫🌎

Uma publicação compartilhada por yudy pineda (@yudy.pineda) em


Depois de um tempo, já morando em Medelim, uma amiga indicou para que ela se tornasse modelo de webcam para ganhar dinheiro. Desta forma, ela iniciou sua carreira ganhando pouco, chegando até a entrar em depressão. Mas ao conhecer Juan Busto da indústria de “webcam”, passou a se dedicar mais neste tipo de negócio.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

SUS PASOS ERAN OBSERVADOS, SUS ACTOS JUZGADOS,SUS PALABRAS CUESTIONADAS. SER FELIZ ES HACER LO QUE NOS DICE NUESTRO CORAZÓN,SIN IMPORTAR QUE DIRÁN LOS DEMÁS 😗🍃

Uma publicação compartilhada por yudy pineda (@yudy.pineda) em

Depois de ganhar experiência, Pineda passou a ter mais lucros, e agora ela trabalha 40 horas durante 15 dias, fazendo transmissões on-line: sem roupa, dançando, usando vibradores e modelando.

Mesmo trabalhando na indústria pornográfica, Yudi afirma que nunca perdeu sua fé em Deus, e que sempre vai as missas. De acordo com a colombiana. um sacerdote tentou convencê-la a trocar de vida, mas ela se negou, visto que considera o trabalho “digno e artístico” e não vê nada mal nele. Agora o padre está ao seu lado e não a julga, assegurando que só Deus deve julgar.

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Fonte: Diarioonline

Comentários