Home Notícias Política André Marinho deixa Bolsonaro mordido e presidente abandona entrevista ao vivo : “Tigrão com Humorista e Tchutchuca com STF”

André Marinho deixa Bolsonaro mordido e presidente abandona entrevista ao vivo : “Tigrão com Humorista e Tchutchuca com STF”

4 minutos tu lês tudo
155

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deixou a entrevista que dava ao programa Pânico, da Jovem Pan, nesta 4ª feira (27.out.2021) depois de uma discussão travada entre os apresentadores Adrilles Jorge e André Marinho.

“O PT não pode voltar. Então, por favor, responda à pergunta que te fiz, cara. Por quê? Só quer pergunta de bajulador?”, disse Marinho a Bolsonaro.

Adrilles, o outro entrevistador, afirmou que Marinho estava se referindo a ele como bajulador e começou a gritar com o colega. Bolsonaro, então, deixou o local onde dava a entrevista.

André Marinho deixa Bolsonaro mordido e presidente abandona entrevista ao vivo : ” Tigrão com Humorista e Tchutchuca com STF”

O nome do humorista André Marinho chegou aos assuntos mais comentados em setembro. Vídeo em que apareceu imitando o presidente Jair Bolsonaro em jantar com empresários viralizou nas redes sociais e causou um choque no Palácio do Planalto.

André Marinho é influencer e um dos apresentadores do Programa Pânico, da Jovem Pan, tem 26 anos e é filho do político e empresário Paulo Marinho –suplente do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e desafeto político de Jair Bolsonaro.

Em 2018, seu pai foi grande entusiasta da candidatura do atual presidente da República e um dos principais financiadores de sua campanha.

Antes apoiador do governo, André Marinho agora é crítico de Bolsonaro. Já se referiu a simpatizantes do presidente como “bobos da rede”.

A 1ª pergunta do apresentador para Bolsonaro nesta 4ª feira foi sobre as chamadas “rachadinhas”. Bolsonaro afirmou que não responderia a provocações.

“Ô, Marinho, você sabe que eu sou presidente da República, eu respondo sobre os meus atos, tá ok? Não vou aceitar provocação sua. Não vou aceitar. Não vou aceitar. O teu pai [Paulo Marinho] é o maior interessado na cadeira do Flávio Bolsonaro. O teu pai quer a cadeira do Flávio Bolsonaro. Eu decidi com o Flávio indicar teu pai. Não tem mais conversa contigo”, disse o presidente.

O estopim da confusão veio quando Adrilles rebateu Marinho:

“Você me respeita, rapaz. Bajulador é seu pai que bajulava o presidente e não recebeu ministério. Você se transformou em oposição porque seu pai não recebeu ministério. Cara de pau”, disse Adrilles.

“O meu pai não chora no banheiro”, respondeu Marinho em referência a uma declaração do presidente.

Bolsonaro ainda tentou responder, mas foi interrompido pelos 2. Logo depois, deixou o local em Manaus (AM), de onde dava a entrevista por videoconferência.

 

Comentários com Facebook

Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Política

Deixe um comentário

Espia Esse Aqui

Programa de transformação digital dos serviços públicos, criado Roberto Cidade, vira lei

O Projeto de Lei nº 399/2020, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa do Amazon…