Home Notícias Política Após fala de Bolsonaro, deputado Josué Neto disse concordar em diminuir o salário dos parlamentares com uma condição

Após fala de Bolsonaro, deputado Josué Neto disse concordar em diminuir o salário dos parlamentares com uma condição

2 minutos tu lês tudo
503

Ontem (9/6) pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que prorrogará mais 2 meses do auxílio emergencial e que o valor que será pago será apenas R$ 300,00. O presidente disse ainda que não tem condições de pagar mais duas parcelas de R$600, aliás, ele propôs que aceitaria manter os R$ 600 mensais, desde que deputados e senadores reduzissem os próprios salários para ajudar a financiar o programa.

A fala repercutiu no mundo político e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, disse que levaria a proposta para a conversa, desde que, entrassem no “sacrifício” os poderes executivos e judiciários também.

“Se todos os poderes topassem cortar um valor, que seja por 6 meses, 10%, ou um percentual maior por menos tempo para garantir os R$ 600, eu tenho certeza que o parlamento vai participar e vai defender. Não tem nenhum problema”, declarou Maia.

No Amazonas, o Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Josué Neto (PRTB), correu para o Twitter e se posicionou a favor. O parlamentar disse que concorda em diminuir o salário dos parlamentares desde que acabassem com o fundão eleitoral de 4 bilhões e aplicassem na saúde com todos os órgãos de fiscalização escolhendo as prioridades.

Josué Neto / Reprodução Facebook
Comentários com Facebook

Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Política
Comentários Fechados

Espia Esse Aqui

Presidente David Reis deve estender regime híbrido de trabalho na Câmara Municipal de Manaus

Diante do avanço da variante Ômicron da Covid-19 no Amazonas, em especial na capital do Es…