Home Notícias Polícia Belo é preso após supostamente receber dinheiro do tráfico para realizar show clandestino

Belo é preso após supostamente receber dinheiro do tráfico para realizar show clandestino

2 minutos o tempo de leitura
130

Marcelo Pires Vieira, conhecido como Belo, foi preso nesta quarta-feira (17/02) pela Delegacia de Combate às Drogas da Polícia Civil do Rio de Janeiro. O artista é investigado pela realização de um show no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, apesar das proibições em tempos de pandemia.

A Delegacia abriu um inquérito e, nesta quarta, cumpriu quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão. Uma das buscas foi na sede da empresa que produziu o evento, a Série Gold. Os alvos da operação foram, além de Belo, Célio Caetano e Henriques Marques, sócios da produtora, além de Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga, chefe do tráfico no Parque União, que faz parte do complexo.

O cantor disse com exclusividade à TV Globo que o show seguiu todas as medidas de segurança. Ainda comentou que quem mais sofre as consequências da pandemia são os artistas, que mesmo com as praias lotadas, não podem fazer seus shows.

“Não temos controle do geral. Isso nem os governantes têm. As praias estão lotadas, transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas. Foi o primeiro segmento a parar, e até agora não temos apoio de ninguém sobre a nossa retomada. Sustentamos mais de 50 famílias.”, disse Belo.

Segundo a Polícia, todos os envolvidos serão ouvidos e o músico terá que esclarecer quem efetuou o pagamento de seu cachê para realizar a apresentação. Belo já foi preso em outras oportunidades e cumpriu pena de seis anos de reclusão acusado de associação ao tráfico.

Comentários com Facebook
Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia
Comentários Fechados

Espia Esse Aqui

Entenda o caso do Assalto ao Ônibus que viralizou após as negociações dos bandidos não quererem morrer

Na noite da última sexta-feira (13) uma grande ação criminosa marcou a Grande Belém. Nela,…