Home Notícias Política Bolsonaro se reune com deputada de partido alemão neonazista e carta que o liga a movimento de grupos neonazistas é revelada

Bolsonaro se reune com deputada de partido alemão neonazista e carta que o liga a movimento de grupos neonazistas é revelada

2 minutos lido
306

O presidente Jair Bolsonaro se encontrou com Beatrix von Storch, deputada do partido Alternativa para a Alemanha (AfD), acusada pelo serviço de Inteligência alemão de propagar ideias neonazistas, xenofóbicas e extremistas. A deputada neonazi publicou nas redes sociais uma foto do encontro que aconteceu na última segunda-feira (26/7). No registro a parlamentar aparece com o presidente Bolsonaro e também com o marido, Sven von Storch. Na legenda, “em um momento em que a esquerda está promovendo sua ideologia por meio de suas redes e organizações internacionais em nível global, nós, conservadores, devemos nos unir“. A foto foi tirada na semana passada, durante sua passagem pelo país.

Bolsonaro se reune com deputada de partido alemão neonazista e carta que o liga a movimento de grupos neonazistas é revelada – Imagem: Divulgação

A deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF); ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes; o deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também se reuniram com a deputada da ultradireita alemã, Beatrix von Storch. Eduardo afirmou pelas redes sociais que os conservadores são “unidos por ideais de defesa da família, proteção das fronteiras e cultura nacional”.

O Museu do Holocausto lamentou o encontro, e confirmou que Beatrix é neta do ministro das Finanças de Adolf Hitler, Lutz Graf Schwer, homem que liderou o confiscos dos bens dos judeus enviados para os campos de concentração e extermínio durante a ditadura do Partido Nazista.

Segundo o Museu, o partido de Beatrix é extrema-direita, fundado em 2013, com tendências racistas, sexistas, islamofóbicas, antissemitas, xenófobas e forte discurso anti-imigração.

Bolsonaro se reune com deputada de partido alemão neonazista e carta que o liga a movimento de grupos neonazistas é revelada – Imagem: Divulgação

Nesta quinta-feira (29/07) veio a tona uma carta assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicada em sites do movimento neonazista. “Vocês são a razão da existência do meu mandato”, diz trecho do conteúdo – mas não fica claro se a referência é aos integrantes dos sites ou o texto foi publicado apenas como referência a alguém de quem gostavam. A descoberta da carta de 2004 foi feita pela antropóloga Adriana Dias, segundo informações da The Intercept Brasil.

Doutora em antropologia social, Adriana já imprimiu milhares de páginas de dezenas de sites neonazistas em língua portuguesa – isso antes de derrubá-los para sempre. Sempre que encontra um desses sites, ela pede aos provedores para que o conteúdo seja tirado do ar. Antes, no entanto, imprime todas as páginas para arquivar em sua pesquisa e tê-los como prova.

Três sites diferentes de neonazistas trazem um banner com a foto de Bolsonaro – com link que leva diretamente ao site que o político tinha na época – e uma carta em que o parlamentar afirmava: “Ao término de mais um ano de trabalho, dirijo-me aos prezados internautas com o propósito de desejar-lhes felicidades por ocasião das datas festivas que se aproximam, votos ostensivos aos familiares”.

Ainda não se sabe se Bolsonaro enviou a carta, via gabinete em Brasília, apenas para as pessoas que administravam os sites neonazistas.

Carta de Bolsonaro a grupos nazistas Imagem: Divulgação

Bolsonaro se reune com deputada de partido alemão neonazista e carta que o liga a movimento de grupos neonazistas é revelada – Imagem: Divulgação

 

Comentários com Facebook
Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Jussara Melo
Carregar Mais Em Política

Leia Também

Presidente Roberto Cidade assina termo de cooperação técnica entre Aleam e Câmara Municipal de Santo Antônio do Içá

Com o intuito de qualificar a atuação parlamentar dos vereadores de Santo Antônio do Içá (…