Home Notícias Polícia Cantor mata delegado e morre metralhado em ambulância do SAMU

Cantor mata delegado e morre metralhado em ambulância do SAMU

1 minutos lido
1,275

Na noite do último sábado (17), o delegado de Polícia Civil, Dr. Anderson Liberato, de 32 anos, morreu enquanto cumpria uma mandado de prisão para o cantor José Carlos Santana de 43 anos e sua esposa, na casa do casal na cidade de Jataúba, Agreste Central de Pernambuco. Anderson foi baleado durante uma troca de tiros nessa operação policial.

O acusado estava escondido no banheiro quando baleou a vítima, que foi atingida com um tiro na clavícula e outros dois disparos na perna. O delegado não resistiu aos ferimentos.

Faleceu na tarde deste sábado (17) na Unidade Mista de Saúde da cidade de Jataúba, Agreste Central de Pernambuco, o delegado de Polícia Civil, Dr. Anderson Liberato, que foi baleado durante uma troca de tiros em uma operação policial.

A polícia informou ainda, que o cantor também foi atingido, no ombro, na troca de tiros. Quando estava indo para o hospital, em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o veículo foi interceptada na BR-104 por homens fortemente armados.

Os socorristas não sofreram ferimentos durante o ataque, pois os criminosos pediram para que todos saíssem do veículo e dispararam três vezes na cabeça de José Carlos. Agora, a Polícia Civil investiga se o segundo crime tem relação com o assassinato do delegado.

José Carlos Santana, de 43 anos, era cantor e estava sendo investigado pelo assassinato do tio da sua mulher, ex-vereador da cidade, no último dia 08 de abril.

Comentários com Facebook
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Leia Também

Corpo é encontrado amarrado em rio no Educandos

Na manhã dessa quinta-feira (29), o corpo de um homem até o momento não identificado foi e…