Caprichoso encerra capote falando sobre ‘O Brasil Que a Gente Quer Reinventar’

267

A noite deste domingo (30) teve um gosto especial para o Boi Bumbá Caprichoso que fez três noites perfeitas e encerrou o 54º Festival Folclórico de Parintins com grandes chances do tricampeonato. A temática abordada nesta madrugada pelo Boi Caprichoso foi sobre “O Brasil Que a Gente Quer Reinventar”, uma tema bastante em voga e que mostra como as coisas podem ser melhores se tivermos um pouco mais de empatia com o próximo.

Diante de tantas violências, amarguras, negações e mazelas sociais do íntimo de nossa alma multiétnica brotam questionamentos desafiadores. O que somos? O que realmente queremos nos tornar? De um lado ressoam vozes paternalistas, encantadas com todas formas de injustiças, vícios, práticas opressoras e nos respondem tudo está perfeito, somos uma grande nação, pátria da ordem e progresso.

De outro lado, uma voz maternal, doce e segura nos responde, somos uma terra assolada por injustiças e temos que nos apossar da rédeas da história e tornar a educação, a cultura e a arte em armas de transformação, para nos tornamos uma mátria igualitária, cheia de justiça social, e realizações daquilo que tanto esperamos, nos tornando por meio de uma nova consciência um povo uno a comungar do bem comum, onde todos tenham o suficiente para viver em paz, comunhão e alegria.

O boi Caprichoso escolhe caminhar rumo à uma mátria mais fraterna, onde todos os filhos brasilis sejam artesãos do seu próprio existir, empunhando sempre a bandeira da esperança, fé e da arte, símbolo de uma terra nova para todos.

Comentários