Home Notícias Amazonas Conselheiro do TCE-AM encontra indícios de irregularidades no Conselho Municipal de Assistência Social de Itacoatiara (CMAS)

Conselheiro do TCE-AM encontra indícios de irregularidades no Conselho Municipal de Assistência Social de Itacoatiara (CMAS)

2 minutos o tempo de leitura
27

O conselheiro-ouvidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Josué Cláudio, deferiu, nesta quarta-feira (27), representação com pedido de medida cautelar para que o Conselho Municipal de Assistência Social de Itacoatiara (CMAS) corrija conflitos identificados com o Regimento Interno relacionados ao exercício da presidência da entidade.

A decisão do conselheiro foi baseada no perigo de danos irreparáveis no caso de demora do julgamento do pedido e levou em conta denúncia de supostas irregularidades que estariam conflitando com o que determina o regimento do Conselho, entre elas o exercício de presidência do Conselho por servidor que já possui cargo em outro setor da Prefeitura de Itacoatiara, indo contra o que determina o artigo 3º, § 5º da Resolução nº 008/2020 – Regimento Interno do CMAS.

Ainda conforme o texto da medida cautelar, outra irregularidade identificada foi a não renovação da Associação Mãos Solidárias junto ao CMAS.

O pedido de renovação teria sido negado de forma ilegal e a associação notificada somente dois meses após a decisão, inclusive com recurso interposto em fevereiro de 2022, mas que, segundo a denúncia, segue sem apreciação e julgamento, o que descumpre o prazo de 30 dias par análise, conforme determina a legislação do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS).

Ao deferir o pedido de medida cautelar, o conselheiro Josué Cláudio determinou que o CMAS se adeque ao que dispõe o artigo 3º, § 5º da Resolução nº 008/2020 – Regimento Interno do CMAS, além de determinar a suspensão dos efeitos da Resolução 15/2021 do CMAS de Itacoatiara.

Conforme o conselheiro, a medida cautelar leva em conta o perigo da demora na apreciação do caso, que pode ocasionar em dano irreparável para o Estado e para a Associação Mãos Solidárias.

Conforme a decisão, a Prefeitura Municipal de Itacoatiara e o CMAS têm 15 dias para apresentação de documentos ou justificativas, encaminhando-lhe cópia dos documentos necessários

Conselheiro do TCE-AM encontra indícios de irregularidades no Conselho Municipal de Assistência Social de Itacoatiara (CMAS) – Imagem: Divulgação
Comentários com Facebook
Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Jussara Melo
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe um comentário

Espia Esse Aqui

Vídeo mostra a captura de uma sucuri maceta com cerca de 80 kg no Amazonas!

Na manhã desta terça-feira (17), uma sucuri maceta foi capturada pelos Corpos de Bombeiros…