Corpos e mais corpos são retirados da invasão Monte Horebe na zona norte de Manaus

4361

Hoje o dia foi intenso na invasão conhecida como Monte Horebe, na zona norte de Manaus. Em poucas horas, quatro corpos foram retirados nesta segunda-feira, 21.

Três foram assassinados na madrugada  e um outro, foi desenterrado de cova funda com ajuda da CipCães.

Wendell Santana da Silva, 23 anos, foi morto a tiros em frente a sua residência. Jonh Kevin Ferreira Alves, 21 anos, foi morto na Rua Jerusalém, na Comunidade Monte Horebe. Alessandro Tiago de Jesus dos Santos, 23 anos, conhecido como “Lourinho”, foi encontrado morto deitado em uma rede, dentro de um barraco na Rua 7, também na Comunidade Monte Horebe.

Segundo informações da polícia, moradores ouviram tiros na madrugada. O primeiro a ser morto foi Wendell Santana. Homens não identificados o abordaram em frente ao bloco 37, do Conjunto Viver Melhor. Ele foi morto com três tiros no rosto, quatro no peito e dois nos ombros. Foram encontradas cápsulas de fuzil 762 e pistola Ponto 40.

Logo em seguida, o grupo de assassinos foi até a Rua Jerusalém, Comunidade Monte Horebe, lugar que fica próximo ao primeiro assassinato, para encontrar John Kevin. Ele estavam em sua casa com a mulher e uma filha de 3 anos. Os assassinos o chamaram, ele saiu de casa e foi levado para uma rua ao lado e, também, morto com fuzil 762 e pistola Ponto 40.

O último crime foi na Rua 7, também na Monte Horebe. Alessandro Tiago estava dormindo em uma rede. Com um fuzil os criminosos deram 4 tiros na cabeça da vítima. Um tiro de fuzil 762 e 3 tiros de pistola Ponto 40. Segundo os policiais militares que estavam no local, Alessandro Tiago já tinha passagem por tráfico de drogas.

A polícia acredita que as mortes têm relação com as brigas de facções criminosas. O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção dos corpos de Wendell e Jonh Kevin por volta das 6h30 da manhã de hoje. O corpo de Alessandro Tiago só foi removido por volta de meio-dia. A polícia investiga o caso.

Através da equipe do CipCães, a cadela Fiona conseguiu ainda encontrar um cadáver em cova profunda. Ccorpo de um homem com pelo menos 7 disparos. Quatro na região da cabeça e três disparos nas costas, duas cápsulas de calibre 38 também foram encontrados no local.

A equipe da DEHS investiga se o corpo encontrado tem relação com as outras três mortes que ocorreram mais cedo, duas por volta das 4h da manhã e, a última, logo ao amanhecer, onde os suspeitos usaram armamento de grosso calibre, um fuzil 762.

Comentários