Home Notícias Polícia Criança abusada por estudante diz que : “faltam dedinhos pra explicar o tanto de abusos que se repetiram”

Criança abusada por estudante diz que : “faltam dedinhos pra explicar o tanto de abusos que se repetiram”

1 minutos lido
5,235

Uma criança, de apenas 3 anos, prestou depoimento na última sexta-feira, 08, após ser vítima de abusos por parte do próprio irmão, um estudante de medicina de 22 anos, investigado por suspeita de estupro de vulnerável contra pelo menos sete crianças. A garota, perguntada, diz que mora com a mãe, o pai e o “maninho”.

O “maninho”, Marcos Vitor Dantas Aguiar Pereira, tocava nela. Perguntada mais uma vez, ela relata, quase brincando, que ele beijava partes de seu corpo, “aqui (na pepeca)”, enumera, apontando para os órgãos genitais. A cena descrita pela tia, P.C., aconteceu na Delegacia de Proteção à Criança de Teresina, no Piauí.

P.C., que é irmã da madrasta de Marcos Vitor, considera que o relato da vítima mais nova do estudante, a menina de 3 anos, é uma das coisas mais chocantes de toda a história de atrocidades que envolve o caso. Ela acredita que o vídeo é também um “tapa na cara” de quem acha que o ocorrido pode ser invenção da cabeça de crianças.

Siga nosso novo Instagram @portalnoam

A menina, que parece gostar do “maninho”, é questionada sobre quantas vezes ele beijou as partes do seu corpo. A criança, então, abre as mãozinhas e começa a contar, mas faltam dedinhos para explicar o tanto que os abusos se repetiram.

No final do curso de medicina, P.C. é mãe da adolescente de 13 anos, prima do estudante, a primeira a denunciar Marcos Vitor. Isso só aconteceu recentemente. Ela disse ter sido abusada por ele durante anos.

Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira,
Comentários com Facebook

Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Leia Também

Homem liga pra esposa e pede pra ela não se preocupar, pouco depois ele desaparece em Manaus!

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Ordem Política…