Home Notícias Amazonas Criança morre e mais 30 estão sob suspeita de envenenamento com tucumã, em Manacapuru

Criança morre e mais 30 estão sob suspeita de envenenamento com tucumã, em Manacapuru

3 minutos o tempo de leitura
527

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) investiga a suspeita um surto de Doença Transmitida por Alimento (DTA), causada por ingestão de tucumã, na comunidade Irapajé, na zona rural de Manacapuru (a 68 quilômetros a oeste de Manaus). A notificação do surto, enviado pela Vigilância em Saúde do município, envolve 30 casos suspeitos da doença, sendo um óbito de um menino de 8 anos.

Criança morre e mais 30 estão sob suspeita de envenenamento com tucumã, em Manacapuru – Imagem: Divulgação

A equipe das vigilâncias Epidemiológica e Sanitária da FVS-RCP partiu para a sede de Manacapuru nesta quarta-feira (14/07), de onde seguirá para a comunidade de Irapajé, para realizar a investigação no local e coletar amostras de materiais no Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen/FVS-RCP) para que haja a confirmação do surto de DTA associado à ingestão de tucumã a partir da análise sobre composição, deterioração, processamento, conservação e qualidade do alimento.

A Vigilância em Saúde de Manacapuru notificou que o tucumã foi ingerido inicialmente na comunidade Irapajé no último fim de semana. O alimento foi distribuído nos bairros e outras localidades rurais próximas à sede de Manacapuru. Um menino, de 8 anos, foi a óbito por suspeita da DTA após a ingestão de tucumã, após ter sido internado em hospital da cidade na segunda-feira (12/07). Outras duas pessoas estão internadas sob a mesma suspeita também no município.

De acordo com o diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes, a FVS-RCP recebeu a notificação da suspeita de surto na manhã desta quarta. “Após a notificação da ocorrência de casos de DTA associado à ingestão de tucumã, caracterizando um possível surto na localidade, a FVS-RCP destacou, imediatamente, técnicos para investigar a situação”, detalha.

O chefe do Departamento de Vigilância Epidemiológica da FVS-RCP (DVE/FVS-RCP), Alexsandro Xavier, aponta que a investigação oportuna do surto notificado permite a identificação e eliminação das fontes de contaminação e controlar os casos confirmados da doença. “Serão analisadas as amostras em laboratório para elucidar a provável causa e poder confirmar a existência do surto”, acrescenta.

DTA – As Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) são causadas pela ingestão de alimentos e/ou água contaminados por micro-organismos, toxinas ou substâncias químicas. Os sintomas podem incluir náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre.

A prevenção das doenças transmitidas por alimentos se baseia no consumo de água e alimentos que atendam aos padrões de qualidade da legislação vigente, higiene pessoal/alimentar e condições adequadas de saneamento.

Criança morre e mais 30 estão sob suspeita de envenenamento com tucumã, em Manacapuru
Comentários com Facebook

Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Jussara Melo
Carregar Mais Em Amazonas

Espia Esse Aqui

Polícia civil conta com Delegacia do Turista durante o 55º Festival Folclórico em Parintins

Em Parintins, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) conta com a Delegacia do Turista, durant…