Defensoria lança edital para selecionar estagiários com transtorno de espectro autista

181

A Defensoria P√ļblica do Estado do Amazonas (DPE-AM) publicou, nesta quinta-feira (9/5), edital para a realiza√ß√£o de um processo seletivo pioneiro no Brasil, visando preencher cinco vagas para est√°gio destinadas √†s pessoas com transtorno de espectro autista. O Edital de n¬ļ 014/2019, assinado pelo defensor p√ļblico geral, Rafael Vinheiro Monteiro Barbosa e pela coordenadora de Projetos Especiais da DPE-AM, defensora p√ļblica Fl√°via Lopes Oliveira, oferece quatro dessas vagas para pessoas do N√≠vel M√©dio e uma para N√≠vel Superior.

Inspirado em um processo semelhante feito na Defensoria P√ļblica da Bahia, o projeto da DPE-AM, no entanto, √© in√©dito no Brasil por criar uma equipe multiprofissional destinada a selecionar os candidatos a est√°gio. De acordo com o defensor geral, o edital demorou um pouco a ser conclu√≠do por ter recebido contribui√ß√Ķes de profissionais da √°rea jur√≠dica, al√©m de pessoas especialistas na √°rea, que foram incorporadas ao texto final.

Inscri√ß√Ķes ‚Äď As inscri√ß√Ķes ser√£o gratuitas e devem ser feitas no per√≠odo de 20 de maio a 3 de junho deste ano, na sede da Escola Superior da Defensoria P√ļblica do Amazonas (Esudpam), na rua 24 de Maio, 321, Centro, no hor√°rio das 8h √†s 13h. O candidato precisa apresentar um documento original com foto e curriculum vitae.

Poder√£o concorrer √†s vagas de est√°gio os estudantes com defici√™ncia (transtorno do espectro autista) que estiverem cursando a partir do 2¬ļ ano de qualquer curso superior ou de qualquer ano do ensino √©dio. ‚ÄúEssa √© uma forma de inclus√£o dessas pessoas‚ÄĚ, explicou Rafael Barbosa.

O candidato selecionado de ensino superior terá bolsa no valor de R$ 946,20, e do ensino médio, no valor de R$ 499,98. A seleção será feita por uma equipe multiprofissional formada por uma pedagoga, uma psicóloga e uma assistente social, segundo informou a defensora Flávia Lopes.

Coordenadora do projeto ‚ÄúNosso Cora√ß√£o tamb√©m √© azul‚ÄĚ, da DPE-AM, Fl√°via j√° requereu ao defensor geral as adapta√ß√Ķes dos pr√©dios do √≥rg√£o √†s normas de acessibilidade e prioridade de atendimento referentes √†s pessoas com transtorno de espectro autista, segundo o Decreto n¬ļ 4.300/2019, que regulamentou a Lei n¬ļ 2.296/2018, bem como das leis federais n¬ļ 10.048/2000 e 12.764/2012.

A sele√ß√£o ter√° as etapas de pr√©-sele√ß√£o e an√°lise de curriculum, e dever√° ser contabilizado o tempo de experi√™ncia e compatibilidade com as atividades da Defensoria P√ļblica. A equipe multiprofissional far√° tanto o trabalho de selecionar os estagi√°rios, como de sensibilizar os servidores da DPE para receber os estagi√°rios.

‚ÄúA Defensoria j√° est√° se adequando para receber os estagi√°rios com espectro autista, por isso vem mantendo estreita parceria com os profissionais que atuam nessa √°rea‚ÄĚ, finalizou Rafael Barbosa.

O edital pode ser acessado pelo site da Defensoria P√ļblica, no endere√ßo eletr√īnico www.defensoria.am.def.br.

 

FOTO: Divulgação/DPE-AM

 

Coment√°rios