Home Notícias Internacional Doguinho cego e surdo acolhe todos os animais que chegam ao abrigo

Doguinho cego e surdo acolhe todos os animais que chegam ao abrigo

3 minutos lido
39

Um doguinho surdo e quase cego, tem viralizado nas redes sociais pela forma carinhosa como ele acolhe os novatos que chegam ao abrigo.

Shiro é um belo cachorro branco que teve uma história bastante difícil. Ele acabou sendo adotado por Sheryl Smith, que resgata e dá abrigo a animais de rua há muitos anos. Shiro entrou para a família e compreendeu que devia fazer a sua parte: ele recepciona todos os animais que chegam ao abrigo e faz de tudo para que eles se sintam menos angustiados.

Por tudo que passou, Shiro tem um carinho especial pelos animais perdidos e abandonados. Todos os animais que passam pela casa, necessitados de carinhos e cuidados, encontram apoio e conforto no bravo cachorrinho.

Sheryl tem bastante experiência com animais de rua. Ela sabe que gatos e cachorros saudáveis, jovens e bonitos sempre encontram melhores oportunidades e as adoções são rápidas. A amante dos animais, no entanto, especializou-se nos cuidados com os pets que requerem mais cuidados, como os idosos e doentes.

CRÉDITOS: SHERYL SMITH

Ao adotar Shiro, Sheryl sabia que ele teria poucas chances. Cachorros surdos tendem a ser confundidos com animais desobedientes e voluntariosos – eles não escutam as ordens e, portanto, não as cumprem.

Felizmente, os dois companheiros descobriram bons motivos para, juntos, favorecerem outros animais. Depois de um período de adaptação, Shiro tornou-se um excelente auxiliar para Sheryl, especialmente quando se trata de acompanhar animais doentes, frágeis ou idosos.

Um começo difícil

O histórico de Shiro é dolorosamente surpreendente. Antes de conhecer Sheryl, este cachorro, que é surdo e tem a visão severamente comprometida, já havia passado por dois abrigos e 12 lares adotivos. Ele foi adotado e devolvido por quatro famílias diferentes.

CRÉDITOS: SHERYL SMITH

Quando Sheryl foi apresentada a Shiro, em 2018, ela sabia que estava em frente a um animal muito carente. O cachorro era ansioso a ponto de ficar paralisado, medroso e tímido. A tutora entendeu que Shiro precisava de um lar imediatamente e decidiu que ela mesma o receberia.

Apesar dos três anos que separam a adoção dos dias de hoje, Shiro ainda apresenta sinais de ansiedade. A tutora conta que, todas as vezes em que é preciso levá-lo para algum lugar (veterinário, banho e tosa, etc.), o cachorro chora no carro: ele continua acreditando que será rejeitado e abandonado mais uma vez.

Voluntário no abrigo

Mas, mesmo com dificuldades, Shiro parece compreender a situação dos animais que são resgatados por Sheryl. O cachorro faz questão de recepcioná-los assim que eles chegam ao abrigo, como se quisesse consolá-los pelos maus bocados por que passaram. Ele se tornou um excelente cão de terapia, mesmo sem ter recebido treinamento para tanto.

Shiro sabe a dor do abandono e da rejeição. Com muito treino, dedicação e paciência, o cachorro se transformou em um grande amigo dos novatos que são introduzidos no abrigo. Ele brinca, ajuda e, quando não pode fazer nada disso, simplesmente deita-se ao lado, oferecendo uma espécie de apoio moral.

CRÉDITOS: SHERYL SMITH

A tutora lembra a primeira vez em que o apoio de Shiro foi notado. Logo nos primeiros tempos de convivência, Sheryl recolheu uma cachorra grávida em péssimas condições. Ela estava muito debilitada para cuidar dos filhotes, que nasceram poucos dias depois.

Shiro, então, disponibilizou-se para cuidar dos cãezinhos. Ele começou a limpá-los imediatamente e aconchegou os filhotes. A tutora diz que o cachorro faz isso com todos os cães e gatos que são recolhidos por ela: recepciona, conforta, dá boas-vindas. De acordo com Sheryl, os animais abrigados aprendem a confiar em Shiro antes de confiar nela.

O cachorro não faz diferença entre cães e gatos. Recentemente, Sheryl recebeu um chamado a respeito de um gato de rua, mais tarde batizado como Tiny Tolley. O gato estava doente e enfraquecido, lutando para sobreviver. Sheryl rapidamente resgatou o bichano.

CRÉDITOS: SHERYL SMITH

Shiro imediatamente se dispôs a cuidar do gato. Ele deu as lambidas de boas-vindas e ficou ao lado do animal, aquecendo-o e incentivando-o a alimentar-se. Mais algum tempo nas ruas e Tiny Tolley não teria sobrevivido, mas o cachorro ficou junto dele até que o gato começou a melhorar.

O gato recuperou as forças, mas Shiro estava atento a todos os movimentos. Mesmo quando Sheryl pegava o bichinho no colo, o cachorro fazia questão de ficar por perto, acariciando e consolando – mesmo que os gestos não fossem prontamente entendidos pelo bichano.

CRÉDITOS: SHERYL SMITH
Comentários com Facebook

Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Internacional

Leia Também

Mulher chama a polícia por não acreditar que vizinha de 20 anos comprou a casa.

Uma jovem de 20 anos compartilhou na internet uma história bizarra ao ter se mudado para s…