Home Notícias Brasil Dr. Jairinho é expulso do Conselho de Ética e do partido e tem salário cortado na Câmara

Dr. Jairinho é expulso do Conselho de Ética e do partido e tem salário cortado na Câmara

1 minutos lido
143

 

Preso pela morte do enteado, o menino Henry Borel, o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade) foi expulso, no fim da tarde desta quinta-feira (8), do Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores do Rio.

A votação no conselho foi unânime. O vereadores também decidiram requisitar ao Judiciário os autos da investigação que determinaram a prisão para uma “possível representação contra o parlamentar”.

Mais cedo, Jairinho já havia sido expulso de seu partido, o Solidariedade, teve o salário na Câmara cortado e pode ter o mandato suspensos. Como mostrou o RJ1 nesta quinta-feira (8), o regimento da Casa prevê que, a partir da prisão, vereadores passam a não receber os vencimentos enquanto estiverem na cadeia. Além disso, a partir do 31º dia preso, os parlamentares também são formalmente afastados do mandato.
Em nota, a Câmara informou que, “embora inexista, até o momento, representação formulada no Conselho de Ética [da Câmara], será dada toda celeridade que o caso exige”.

“Em razão da prisão, o vereador tem sua remuneração imediatamente suspensa e fica formalmente afastado do mandato a partir do trigésimo primeiro dia, na forma do art. 14 do Regimento Interno”, diz o texto.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Brasil

Leia Também

Foguete chinês pode cair no Brasil.

A reentrada do foguete chinês CZ-5B tem 1,86% de chances de ocorrer sobre o Brasil. O cálc…