Encontro de Cantadores anima Teatro da Instalação nesta sexta

44

Nesta sexta-feira (29), ocorrerá o Encontro de Cantadores, no Teatro da Instalação, localizado na Rua Frei José dos Inocentes, s/n – Centro Histórico de Manaus, a partir das 19h. A entrada custa r$30 e estudante apresentando a carteira estudantil paga somente r$15. O evento vai reunir os cantadores Antônio Pereira e Kátia Teixeira.

Cantador e cantadora vão apresentar a riqueza da música popular brasileira, através de formas distintas de fazer versos e melodias.

Prestigie!

Encontro de Cantadores anima Teatro da Instalação / Divulgação
Encontro de Cantadores anima Teatro da Instalação / Divulgação

Antônio Pereira, Cantador e Compositor Amazonense, voz inconfundível, o músico é considerado um dos pioneiros na resistência dos ritmos amazônicos frente à cultura globalizada, suas músicas representam a celebração à natureza, às lendas e mitos, é um incansável pesquisador da cultura e dos costumes do Norte, tem cinco CDs gravados: O LAGO DAS 7 ILHAS, ESTRADA DE BARRO, LENDAS, AFLUENTES E LUZ DE LAMPARINA. Sua trajetória artística teve início nos anos 80, quando começou a tocar em festivais e nas noites de Manaus.

Em 1985 teve participação no disco do projeto NOSSA MÚSICA com a música de sua autoria “Mi Canto”. Ainda em 1985 gravou o seu primeiro CD O LAGO DAS 7 ILHAS nos estúdios da Amazon Record, foi vencedor do V Festival Universitário de Música (FUM/86) com a música de sua autoria “Pássaro Canto e Cativeiro”. Em 1987, fez show em Belém/PA divulgando para outros estados a música amazonense. Participou em 1988, do Festival de Artes Cênicas na Bahia com a peça “Vida Cabocla”, de autoria do paraibano radicado no Amazonas Pepê Fonnã com esse sucesso conquistou espaço no tradicional Teatro Vila Velha. Em 1991, venceu o Festival da Canção de Itacoatiara (FECANI) interpretando “Gaia”, do compositor Renato Linhares, selecionado por membros do DCE e artistas da terra. Em 1992, Antonio Pereira representou o Amazonas no Festival de Cultura da UNE (União Nacional dos Estudantes), na histórica cidade mineira de Ouro Preto, apresentando-se para 20.000 pessoas. Em 1995, participou do projeto “Novo Canto” gravado no Teatro Amazonas, participou também do projeto “Valores da Terra”, da Fundação Villa Lobos de Manaus, e apresentou-se nas cidades de Petrópolis, Rio de Janeiro e Niterói. O Projeto foi também retransmitido em nível nacional pela Rede TV. Em 1996 se apresentou nos programas do músico Rolando Boldrin e das cantoras Célia e Celma, neste último com o maestro Vidal França, gravado em Guararema (SP). Em 1998, gravou o cd, ESTRADA DE BARRO no estúdio Espelho da lua com os mais conceituados músicos amazonenses, lançando-o em 1999, no Teatro Amazonas, fez shows de divulgação em Rio Branco, Roraima e em Fortaleza. Em 2000, gravou seu terceiro cd, LENDAS, com o apoio da Fundação Villa Lobos, um trabalho que o projetou no âmbito nacional. Em 2002 estreou no SESC Pompéia, em São Paulo contando com a participação de Jica, percursionista do grupo musical Tarancón. Em 2006, integrou o projeto Pixinguinha, acompanhando a cantora mineira Paula Santoro e o sambista carioca Wilson das Neves, divulgando sua arte por toda a região centro-oeste. Em 2007, gravou o quarto cd AFLUENTES, gravado em São Paulo sob a batuta do Maestro Vidal França e concluído em Manaus. Em 2015 gravou no Studio expresso seu mais recente trabalho, são dez canções autorais, o álbum chama- se LUZ DE LAMPARINA.

Desde então, ANTONIO PEREIRA encanta quem o ouve, o cantador tem se apresentado ao lado de renomados artistas em diversos espaços culturais nacionais valorizando a cultura amazonense contribuindo com a qualidade da música brasileira.

Comentários