Home Notícias Brasil Ex-candidato a presidência, Levy Fidelix, morre aos 69 em decorrência de complicações de Covid-19

Ex-candidato a presidência, Levy Fidelix, morre aos 69 em decorrência de complicações de Covid-19

1 minutos lido
80

Morreu na noite da última sexta-feira (23), aos 69 anos, o ex-candidato a presidência da república e presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix, na cidade de São Paulo. A informação foi confirmada pela diretoria do PRTB por meio de mensagem no perfil oficial de Fidelix nas redes sociais. A causa da morte nas redes sociais não foi divulgada no anúncio.

“É com profunda dor e pesar que o PRTB, por sua diretoria, comunica o falecimento do nosso líder, Fundador e Presidente Nacional, Levy Fidelix, ocorrida nesta data na cidade de São Paulo. Descanse em paz homem do Aerotrem!”, diz texto postado no Twitter de Fidelix.
Pessoas ligadas à família do político afirmaram à TV Globo que ele morreu em decorrência de complicações da Covid-19. A informação, no entanto, não foi confirmada oficialmente.

Fidelix ainda era um dos apoiadores de Bolsonaro e do vice-presidente Hamilton Mourão, que é filiado ao PRTB. Fidelix era uma figurinha carimbada no meio político e concorreu a diversos cargos em mais de 10 eleições, mas nunca se elegeu. Tentou se eleger deputado federal por três vezes, governador por duas vezes, presidente da República por duas vezes e prefeito de São Paulo em três eleições.

Sua última disputa eleitoral foi em 2020, quando tentou se tornar prefeito da cidade de São Paulo e teve apenas 11.960 dos votos, 0,22% do total. Nesta eleição, tentou o apoio de Jair Bolsonaro, mas o presidente optou por apoiar a candidatura de Celso Russomanno, que não foi ao segundo turno.

Ex-candidato a presidência, Levy Fidelix, morre aos 69 em complicações de Covid-19

Em 2010, concorreu à Presidência da República, e ficou em sétimo lugar entre os nove candidatos da disputa. Em 2011, tentou novamente o cargo de prefeito da cidade de São Paulo, e, outra vez, não obteve sucesso.

Levy tentou a presidência novamente em 2014 e, sem ir para o segundo turno, apoiou Aécio Neves, que perdeu a eleição para Dilma Roussef, reeleita.

Em 2018, apoiando Jair Bolsonaro à Presidência, concorreu ao cargo de deputado federal pelo estado de São Paulo, mas não conseguiu se eleger.

Pessoas ligadas à família do político afirmaram à TV Globo que ele morreu em decorrência de complicações da Covid-19. A informação, no entanto, não foi confirmada oficialmente.

Fidelix estava internado desde março em um hospital particular.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Brasil

Leia Também

Enteado de 11 anos, de ator de “Teste de Fidelidade”, cai de prédio

Lorenzo, de 11 anos, que morreu na última sexta-feira (18) ao cair do apartamento em que m…