Ex-noivo de influencer que se suicidou após ser abandonada no altar desabafa no Insta e encerra conta

7495

Um caso tem atraído diversos olhares nas redes sociais após um relacionamento acabar de forma trágica. Trata-se dos ex-noivos Orlando Costa Jr., de 30 anos e da a blogueira Alinne Araújo, 24 anos. A jovem morreu após cair do nono andar do prédio onde morava, no Rio. A suspeita é que ela tenha cometido suicídio na segunda-feira (15).

A jovem viralizou nas redes sociais após o seu noivo, Orlando Macedo, terminar o relacionamento na véspera do casamento. Eles se casariam no domingo e o noivo terminou via mensagem de texto. Alinne então decidiu “se casar sozinha”.

Alinne usava as redes sociais para falar sobre depressão e ansiedade.

Orlando e Alinne (Reprodução/Instagram)
Orlando e Alinne (Reprodução/Instagram)

Alinne ficou transtornada com o ocorrido e resolveu compartilhar sua história em suas redes sociais. Até porque, ela seguiu com o casamento e “se casou só”. A jovem recebeu uma enxurrada de críticas por alguns seguidores, foi xingada de tudo que era jeito, e até mesmo a acusaram de “uma que quer chamar a atenção”.

Na madrugada desta terça-feira (16), Orlando falou pela primeira vez depois da morte de Alinne, com quem teve um relacionamento de dois anos. “Eu to tentando escrever, assim que eu tiver forças, eu explico melhor, só posso adiantar que eu não existo mais, estou acabado”, escreveu. Logo depois, ele fechou suas redes sociais.

Crédito: Reprodução/Instagram Orlando Costa, ex-noivo de Alinne Araújo, disse que está devastado
Crédito: Reprodução/Instagram Orlando Costa, ex-noivo de Alinne Araújo, disse que está devastado

Busque ajuda

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida (CVV) oferece atendimento 24h para quem está com pensamentos suicidas ou que enfrenta outros problemas.

“Mesmo que você não tem certeza de que precisa de nossa ajuda, não tenha receios em entrar em contato com a gente. Um de nossos voluntários estará à sua disposição”, explica a equipe do site.

O serviço pode ser acionado para um voluntário ir até a casa da pessoa ou conversar via chat, telefone ou e-mail. Acesse aqui.

Comentários