Home Notícias Brasil Festival Internacional de Criatividade Pixel Show 2021 acontece em novembro, em formato 100% digital

Festival Internacional de Criatividade Pixel Show 2021 acontece em novembro, em formato 100% digital

10 minutos lido
29

O Pixel Show, maior festival de arte e criatividade da América Latina, prepara-se para sua 17ª edição, que acontece entre os dias 25 e 28 de novembro. O Festival é considerado o mais antigo festival de criatividade do Brasil e o maior da América Latina e entrou para o calendário oficial de eventos da Cidade de São Paulo, em março de 2020. Voltado para estudantes, profissionais, empreendedores, empresários e criativos do mundo todo, o evento traz mais de 42 horas de conteúdo, 24 palestras internacionais, live arts, festival de animação, Sharp Talks e oficinas, com foco em design inclusivo, sustentabilidade e diversidade, além de muita ilustração, design, games e tecnologia. Contará ainda com mais de 50 atividades gratuitas para o público de diversas idades.

“O evento é um ótimo lugar para gerar negócios, fazer networking e ampliar a troca de ideias e conhecimento, bem como fomentar e incentivar a atual e futuras gerações. Este ano terá mais de 42 horas de programação para estimular a geração de renda e a criação de empregos, ao mesmo tempo em que promove a diversidade cultural, inclusão e desenvolvimento criativo”, comenta Simon Szacher, criador e organizador do Pixel Show.

Este ano, o Pixel Show acontece pela segunda vez em formato digital, garantindo a segurança e proteção do público, por conta da pandemia, e espera duplicar o número de expectadores. Em 2020, a primeira edição digital foi assistida por mais de 100 mil pessoas que geraram mais de 3,5 milhões de impressões, considerando os conteúdos acessados desde abril, quando o festival teve suas atrações prévias disponibilizadas ao público.

Os organizadores do Festival Internacional de Criatividade Pixel Show acreditam que, ainda para 2021, o contexto passa longe de ser favorável à realização de eventos presenciais. Por isso, preocupados e cautelosos com a saúde das pessoas, decidiram realizar o evento ainda em versão 100% online, em sua 17ª edição. “Ainda há uma preocupação com a circulação e aglomeração de pessoas, assim decidimos realizar o Pixel Show de maneira totalmente digital, trazendo inovação, cultura e troca de ideias de maneira segura. Outra vantagem é a possibilidade de receber pessoas de diferentes estados e cidades, garantindo mais participações, já que podem participar sem a necessidade de locomoção”, comenta Allan Szacher, curador e idealizador do Festival Internacional de Criatividade Pixel Show.

Outro desafio para PS21 é que o evento não terá o apoio das leis de incentivo à cultura. “Manter a programação do evento mesmo sem recursos advindos de incentivo fiscal é uma forma de reforçar a importância do Pixel Show para o setor da economia criativa, com o intuito de gerar negócios, abrindo as portas para os profissionais do mercado criativo”, comenta Simon Szacher, um dos fundadores do evento.

O Festival Pixel Show conta com o patrocínio do Consulado Geral do Reino dos Países Baixos. Em breve deverá confirmar novos patrocinadores de sua 17a edição.

Festival Internacional de Criatividade Pixel Show 2021 acontece em novembro, em formato 100% digital

Clube de assinaturas – o novo modelo de negócios do PIXEL SHOW

A pandemia impactou o setor do entretenimento e a forma como consumimos músicas, séries, filmes etc. Um exemplo de disrupção de impacto global são as plataformas de streaming. Devido ao isolamento social, a principal forma de entretenimento se deu pelo meio digital, com um consumo expressivo de TV online, vídeo sob demanda e streaming. Esse formato, de oferecer conteúdo pago, exclusivo e direcionado, sem anúncios e disponível via dispositivos móveis, a qualquer momento, abriu uma nova frente de negócio, especialmente para empresas do setor de entretenimento.

Segundo dados da pesquisa – “Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil – Edição 2019”, realizada pela Firjan, o cenário recessivo dos últimos anos gerou uma leve retração da participação do PIB Criativo no PIB Brasileiro, que saiu de 2,64% para 2,61%, representando a soma de R$ 171,5 bilhões. A pesquisa considera o mercado de trabalho formal do país, com dados de 2017 fornecidos pelo Ministério do Trabalho, atualização mais recente disponível.

Por outro lado, o setor criativo é apontado hoje como um dos grandes vetores de crescimento da economia mundial pós-pandemia. De acordo com a pesquisa, mais de 24 mil vagas foram ocupadas por profissionais que atuam na economia digital no período do levantamento. O levantamento reflete as transformações da nova economia, com foco na criação de produtos e serviços diferenciados, impulsionados pelos novos modelos de negócio, hábitos de consumo e relações de trabalho.

Seguindo as tendências do mercado, o festival lança o Clube Pixel Show, com plano anual, no qual os participantes terão acesso a vários conteúdos, atividades e cursos 24 horas por dia e de qualquer lugar, por menos de R$ 1,00 por dia. Para Allan Szacher, a expectativa é incentivar e impulsionar o crescimento do setor, ampliando o acesso a conteúdo de qualidade que conta com uma curadoria experiente de grandes nomes do mercado e referências no setor de criatividade.

“O nosso objetivo sempre foi abrir espaço no mercado de arte e inovação para artistas e criativos das mais variadas áreas. As mudanças tecnológicas e adesão ao digital, devido a pandemia, exigiu criatividade e estratégia para cumprirmos essa missão. Por isso, criamos o Clube Pixel Show para ampliar o acesso aos vários conteúdos gerados por criativos do mundo todo, incentivando a troca de conhecimento e abastecendo o mercado da economia criativa com novas e mais ideias”, disse Simon Szacher.

O Clube Pixel Show traz duas opções de planos anuais: o Basic e o Black, onde o assinante receberá semanalmente conteúdos inéditos e exclusivos, com direito a participar de oficinas para aprender novas técnicas e processos, palestras com renomados nomes do mercado, além de sorteios. E claro, terão direito a toda experiência do Festival Pixel Show, com acesso aos eventos, online e presenciais, live art, talks, filmes e insights. E a programação ficará disponível na plataforma durante o ano todo. Quem adquirir o plano Black, ganha uma programação ainda mais completa, com entrevistas exclusivas com eminentes personalidades do segmento de criatividade, welcome kit, mentoria, envios de produtos surpresa, entre outras novidades.

Para saber mais, basta acessar www.pixelshow.co/assine

Palestrantes confirmados do Festival Pixel Show 2021

Realizado pela Zupi.Live e idealizado, pelos irmãos e sócios, Allan e Simon Szacher, o Festival que nasceu como um pequeno congresso de palestras em 2005 com 300 pessoas, passou por 2008 com 4 mil visitantes, para 53 mil em 2019, última edição presencial antes da pandemia COVID19, com mais de R$ 100 milhões gerados em negócios nos eventos e 960 horas de conteúdo nestes 16 anos.

Entre os primeiros nomes internacionais confirmados, estão: o escultor alemão Julian Voss-Andreae, que cria esculturas que desaparecem diante dos olhos; o designer gráfico holandês Thom Niessink; e o diretor de criação estadunidense Bill Gardner, um dos mais prestigiados criadores de identidades de marca do mundo, entre outros.

E representando o Brasil, teremos: Mariana Castello, artista visual que percorre diversos caminhos, como graffiti, pintura, escultura, ilustração e tatuagem; Rodrigo Saiani, coordenador do curso de Design Gráfico da Miami Ad School e fundador e diretor da Plau; o artista Fesq, um dos nomes fortes das galerias especializadas em NFTs – peças certificadas pelo mesmo sistema das criptomoedas; e Janaína Bernardino, designer especialista em Acessibilidade Digital na DASA, entre outros.

Os ingressos para a 17ª edição do Festival Internacional de Criatividade Pixel Show está disponível no site https://pixelshow.co, além da possibilidade de assinatura que dá acesso a todo o conteúdo, durante o ano inteiro.

Serviço:

O quê: Festival Internacional de Criatividade Pixel Show – 17a Edição
Onde: online
Quando: de 25 a 28 de novembro de 2021
Programa e inscrição: https://pixelshow.co e redes sociais do Pixel Show.

Sobre o Festival Internacional de Criatividade Pixel Show

O Pixel Show é o maior festival de criatividade da América Latina e acontece anualmente em São Paulo desde 2005, no último trimestre do ano. O evento está no calendário de eventos oficiais da Cidade de São Paulo. Na última edição presencial, em 2019, o festival reuniu mais de 53 mil pessoas para muita inovação, networking e negócios em um final de semana incrível. O Pixel Show tem como tema central tendências, inspirações, cultura, arte, empreendedorismo, inovação e tecnologia, buscando fomentar e abastecer com ideias o mercado da economia criativa, sempre gerando impacto social positivo. Em 2019, o festival foi finalista no prêmio Cultura do Estado de São Paulo. As principais notícias do evento e deste mercado circulam durante todo o ano nas redes sociais do festival e na revista Zupi, veículo oficial do Pixel Show. Em 2020, em sua 1a versão 100% online, foi assistido por mais de 100 mil pessoas que geraram mais de 3,5 milhões de impressões, em mais de 70 países ao redor do mundo. Em 2021, chega a sua 17a Edição.

Sobre a Zupi.Live

Hub de criatividade especializado na produção de eventos (presenciais, híbridos e online), geração de experiências, construção de estandes e feiras, curadoria, exposição, além de projetos editoriais e especiais. Zupi.Live é desde 2005 a produtora do maior festival de criatividade da América Latina, o PIXEL SHOW, e produtora da Revista ZUPI de arte e criatividade. A Zupi completou em 18/março/2021 20 anos de vida e comemorou com conteúdos inéditos através do Festival Pixel Show Summer, em sua 1a edição e o PIXEL SHOW COMBATE – ambos gratuitos e que podem ser assistidos no canal www.youtube.com/pixelshow .

Sobre os sócios da ZUPI.LIVE, idealizadores e produtores do PIXEL SHOW

Allan Szacher nasceu em 1977, em São Paulo, e estudou em escolas de artes, pintura e teatro dos 09 aos 18 anos. Trabalha como artista gráfico, curador, editor, art manager e diretor de arte em projetos criativos e culturais no Brasil e no mundo há mais de 20 anos. Participa como jurado convidado de diversos prêmios e concursos culturais, além de liderar o conselho curatorial da Zupi para todos os seus projetos. Fundador da Zupi, do Pixel Show, do Zupi Academy e do Zupi Awards. Dedica seu tempo às artes plásticas e teve sua primeira exposição em junho de 2000.

Em março de 2001, decidiu criar o seu próprio estúdio de criação, que recebeu o nome de Zupi Design, focando seu trabalho em identidade corporativa, internet e editorial, além de incentivar a cultura e o design brasileiro com projetos culturais. Graduado em publicidade e também em design e pós-graduado em Curadoria, Colecionismo e Museulogia. Faz projetos de livros e revistas, exposições de arte, criatividade, design e tecnologia e inovação. É o head de curadoria do Festival Internacional de Criatividade, o Pixel Show (desde 2005).

Em fevereiro de 2006 foi convidado para lecionar design e propaganda na Uniso. Em 2009 foi professor na IED e também consultor para a criação do curso One Year Illustration. Em 2020 lançou o ZUPI LIVE para auxiliar os criativos a se manterem inspirados e passarem por esta fase tão difícil da pandemia global de uma forma saudável e gerando conhecimento, de forma gratuita. Hoje, além de curador de diversas mostras nacionais e internacionais de arte também é palestrante em diversas faculdades, empresas e eventos pelo Brasil. Atua ainda como gestor de carreira de alguns artistas. E lançou em 2021 o Clube Pixel Show!

Simon Szacher nasceu em 1979, em São Paulo, e estudou em escolas de arte na infância. Formado em administração de empresas, pós-graduado em Comércio Exterior e auditor de normas de qualidade e gestão internacionais, além de estar cursando MBA de Gestão Exponencial atualmente. Sócio administrador da ZUPI Design Editora Cultura e Entretenimento Ltda (ZUPI.LIVE) que atua no cenário cultural desde 2001, onde atua como gestor dos projetos culturais e administrador da empresa que desde 2005 vem realizando anualmente o Festival Internacional de Criatividade PIXEL SHOW, evento cultural já realizado em São Paulo por 16 anos consecutivos, já realizado também 2x em Porto Alegre, 1x em Salvador e 1x em Recife – desde 2013 tornou-se o maior evento do segmento na América Latina. É o responsável pela captação de patrocínios, parcerias e novos negócios da empresa.

Desde 2006, atua como produtor executivo da Revista ZUPI, além de manter o cross media digital/online de criatividade (website, redes sociais, newsletter). Atua desde 2006 como consultor e auditor de diversas empresas nos mais variados segmentos. Tendo realizado trabalhos em “Mega-Eventos” como o Rock in Rio. Realiza curadoria e produção de exposições de arte dos mais diversos segmentos, como Toy Art Mania & Expo Rhinos, desde 2008.

Realiza desde 2009 o Zupi Academy – área da Zupi dedicada à execução de cursos, oficinas e workshops voltados para as áreas culturais e artísticas, levando conhecimento e conteúdo a públicos diversos, inclusive de “baixa renda”. Também é palestrante em diversas faculdades, empresas e eventos pelo Brasil. Com os mais variados temas, desde Eventos, Cultura, Captação de Recursos, Leis de Incentivo à Cultura, Economia Criativa, Oratória, Liderança, etc. Escreveu, em 2020, um capítulo do livro “Salve a Criatividade! A Criatividade Salva!”. E lançou em 2021 o Clube Pixel Show!

Comentários com Facebook

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Brasil

Leia Também

Um homem e um bebê morrem após dois prédio desabarem

Dois prédios desabaram na madrugada desta terça-feira (7) na rua Gonçalo de Souza Barros, …