Home Entretenimento Famosos e TV Filha mais velha de Sílvio Santos responde pra Patrícia Abravanel sobre sua fala homofóbica no “Vem pra Cá”

Filha mais velha de Sílvio Santos responde pra Patrícia Abravanel sobre sua fala homofóbica no “Vem pra Cá”

2 minutos lido
815

Cíntia Abravanel também resolveu responder Patrícia sobre sua fala homofóbica no Vem pra Cá. No programa do SBT, a apresentadora disse que é difícil educar os filhos e falar sobre LGBTQIA+. A filha mais velha de Silvio Santos respondeu com uma foto.

Na imagem publicada em Storie no Instagram, Cíntia Abravanel postou: “Assim é uma boa maneira de falar com os filhos sobre isso”. Na foto, ainda, ela marcou o filho Tiago e o genro Fernando Poli, seu marido. Confira abaixo.

A polêmica sobre Patrícia Abravanel

Mãe de três filhos, ela falou sobre a dificuldade de falar sobre a diversidade sexual. “É difícil educar filhos e falar disso, sabia? Eu vou falar para todo o pessoal LGBT é muito difícil educar filhos e pensar ‘o que eu vou falar pro meu filho’, ‘como eu vou falar’… Porque a gente vem de um… A gente não sabe lidar.”

Por fim, Patrícia pediu compreensão dos LGBTQIA+ com quem, eventualmente, é preconceituoso. “Tem que ter respeito e compreensão, não massacre, nem o cancelamento. Não é por força, é por diálogo e conversa, é assim que a gente vai chegar num mundo sem homofobia.”

Gabriel Cartolano rebateu a fala de Patrícia. “Eu acho que quando você adota esse discurso do ‘sou contra, mas eu respeito’, você acaba segmentando mais ainda. Eu acho que…”. Mas, ele logo foi interrompido pela apresentadora que voltou a opinar sobre a questão LGBTQIA+.

Tiago Abravanel respondeu a tia

“Vamos falar sobre um assunto delicado. Hoje, Patrícia Abravanel, minha tia, fez um comentário no programa que me pegou de um jeito que não ficou legal. O comentário que ela fez foi em cima de um ocorrido com a Rafa Kalimann e o Caio Castro anteontem”, iniciou ele no seu perfil.
O neto mais famoso de Silvio Santos disse que resolveu fazer o vídeo, porque assim como Patrícia falou o que pensa, também se sentiu a vontade para fazer o mesmo. “Preciso tentar falar pra você, tia, como eu me senti assistindo, tá? Eu penso que, em primeiro lugar, orientação sexual não é uma questão de opinião. É uma questão de repeito. Você não precisa ser como eu, mas precisa respeitar quem eu sou e ponto final.”

“Opinar, você opina se uma roupa é bonita ou feia pra você. Se você quer café ou chá, ou se você gosta de doce ou salgado”, salientou ele, lembrando que orientação sexual não é opinião de ninguém. “Ela nasceu assim, então não é uma questão de opinião. Ponto. Quando se opina em relação a isso, é um ato homofóbico”, cravou.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Famosos e TV

Leia Também

7 filmes românticos de época para assistir no Dia dos Namorados

Por mais que as formas de amar tenham mudado com o passar dos anos, e se tornado cada vez …