Filho bate no pai! No clássico Pai x Filho, Fast vence o Nacional e assume temporariamente o Barezão

210

E o filho bateu no pai na tarde deste sábado, na Arena da Amazônia! O Nacional que tinha feito um jogo espetacular na quarta-feira, contra o Princesa, tirando sua invicibilidade de 100%, tropeçou feio e com -2 jogadores pegou 2 gols do Fast Clube, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Amazonense. Os gols foram marcados por Robinho e Willian Saroa, do tricolor, tudo no primeiro tempo.

Foto: Rômulo Almeida
Foto: Rômulo Almeida

O jogo foi debaixo de muita chuva que atrapalhou bastante e chegou a adiar o início do segundo tempo. E com a vitória, o tricolor salta pra liderança do campeonato, mas pode perder tanto pra Princesa quanto pro Manaus, que jogam neste domingo no Gilbertão, em Manacapuru. Já o Naça cai pra terceiro, e caso o Gavião e o Penarol vençam seus adversários, pode ser que fique fora do G4.

O Naça no primeiro tempo já começpou dando três arremates de longa distância, dois com Paulo Índio e um com Romarinho, mas aos 24 minutos, o amarelado Felipe cometeu falta contra Robinho e acabou sendo expulso. Com isso, o Rolo Compressor já deu sinais que iria ampliar.

E começou ampliando, aos 19 minutos, Gelvane cruza falta pelo lado direito dentro da área, e André Regly afasta. No rebote, Robinho pega de primeira, da entrada da área, e marca um golaço.

Foto: Rômulo Almeida
Foto: Rômulo Almeida

Nos 27 minutos, Jordan cometeu um pênalti sobre Cassiano, foi cobrado por Sarôa no canto esquerdo de Regly. Mais a frente, Fabinho acabou pisando na mão de Gelvane e também foi expulso. Lana mexeu no time diversas vezes, e o Nacional mostrava garra, sendo superior em alguns momentos, mas o placar continuou o mesmo.

No segundo tempo, só teve uma única chance de gol, aos quarenta minutos, quando Jhorman tabelou com Walker e entrou cara a cara com André Regly, que milagrosamente evitou o terceiro gol do tricolor. Nos acréscimos, Romarinho do Nacional acabou desperdiçando uma bola na pequena área, tendo chances de diminuir a desvantagem.

*Com informações do GE

Comentários