Home Regionalismo Agenda Cultural Fim de semana com programação diversa nos espaços culturais de Manaus

Fim de semana com programação diversa nos espaços culturais de Manaus

6 minutos o tempo de leitura
62

Encontro de cultura popular e de tenores, exposições e shows integram a agenda

A programação do fim de semana tem atividades diversas nos espaços culturais administrados pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. Nesta sexta-feira (05/11), a partir das 10h, acontece a abertura da segunda edição do Amyipaguana – Encontro de Cultura Popular do Amazonas, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA, na avenida Silves, 1.222, Distrito Industrial), com performances de capoeira e apresentações do cantor Armando de Paula e do grupo Malungo Dudu.

O evento segue até 26 de novembro, com atividades presenciais no CCPA, no Quilombo Urbano do Barranco de São Benedito (rua Japurá, Praça 14) e on-line pelo YouTube e redes sociais do @culturadoam.

No Palacete Provincial, na Praça Heliodoro Balbi, no Centro, o público pode conferir, das 9h às 17h, a “Mostra Casa Museu Wagner Melo”, no Museu de Imagem e Som do Amazonas (Misam). Até sábado (06/11), mais de 1.900 objetos, exibição de vídeos e leituras dramatizadas sobre 71 anos da vida do artista amazonense estão disponíveis no espaço.

O acesso aos equipamentos é gratuito, com agendamento pelo Portal da Cultura (cultura.am.gov.br). É obrigatório o uso de máscara e a apresentação do comprovante de vacinação na entrada.

Foto : Divulgação

Teatro Amazonas – No sábado (06/11), às 20h, o Grupo Gaponga – formado por Sofia Amoedo, Celdo Braga, João Paulo e Defson Braga (Shakal), com apoio do músico Neil Armstrong Junior – leva para o palco do Teatro, o show “Terreiro Musical”, com participações de talentos dos municípios de Silves e Manaquiri, integrantes dos cursos de bioinstrumentos amazônicos ministrados pelo grupo.

A apresentação reúne poesia, música, dança entre outras manifestações artísticas para evidenciar os valores culturais do Amazonas, com classificação livre. Os ingressos estão à venda a R$ 60, na bilheteria do Teatro e em bilheteriadigital.com.

No domingo (07/11), às 19h, tem a décima edição do “Encontro de Tenores do Brasil”, evento criado pelo tenor Miquéias William, que reúne mais de 20 artistas no palco do Teatro Amazonas. Além do anfitrião, o espetáculo tem participação dos cantores Marcello Vannutti (SP), Wilkem Silveira (PA), Roney Calazans (DF) e Lucas Melo (PE); da soprano Dhijana Nobre (AM); de Davi Lucas, ex-participante do “The Voice Kids”; além do Coral do Amazonas e da Amazonas Filarmônica.

A classificação indicativa é livre, e os ingressos estão à venda a R$ 150 (plateia e frisas), R$ 120 (1º pavimento) e R$ 80 (2º e 3º pavimentos), na bilheteria do Teatro e bilheteriadigital.com.

Foto : Divulgação

Exposições – Na Casa das Artes, no Largo de São Sebastião, estão em cartaz quatro mostras. Na sala 1, a exposição “Versos 125 Anos – Corpos Artísticos no Teatro Amazonas” traz registros feitos por Michael Dantas, fotógrafo oficial da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, sobre os sete grupos do Estado e as apresentações no patrimônio histórico. A mostra ainda conta com textos que explicam a criação de cada grupo.

Na sala 2, “Videopoesias nas ruas”, produção de Rafael César com Ana Paula Lustosa, Cris Silva, Isabella Lillo, Felipe Fernandes e Cesar Nogueira, apresenta vídeos inspirados em poesias. O projeto foi contemplado no Prêmio Feliciano Lana, como ação da Lei Aldir Blanc no Estado.

Foto : Divulgação

O grafiteiro Tial expõe, na sala 3, 23 desenhos e grafites sobre o personagem “Cabeça Maloca”, um ser que habita os muros e paredes de Manaus; enquanto a exposição “As Amazonas – A Lenda Fotografada”, do fotógrafo Tácio Melo, ocupa a sala 4. São 12 fotografias produzidas com referências do viajante frei Gaspar de Carvajal e também do artista plástico Roland Stevenson. O projeto foi contemplado no Prêmio Feliciano Lana.

Na lateral do espaço, na rua Barroso, está o mural em homenagem ao cantor Zezinho Corrêa, com assinatura do artista visual Cria.

A Casa das Artes funciona de terça a domingo, das 15h às 20h, com entrada gratuita. Não é necessário agendamento prévio, mas as visitas têm limite de até 20 pessoas. O uso de máscara é obrigatório, assim como a apresentação da carteira de vacinação contra Covid-19.

Foto : Divulgação

Centros culturais – O Palácio da Justiça (avenida Eduardo Ribeiro, 901, no Centro) e o Palácio Rio Negro, (avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro) estão abertos para visitação de terça-feira a sábado, das 9h às 17h, com agendamento pelo Portal da Cultura. A entrada é gratuita.

Museu do Seringal – No afluente do Tarumã-Mirim, na margem esquerda do rio Negro, o Museu do Seringal Vila Paraíso reproduz o cenário de um seringal a partir da infraestrutura do filme “A Selva” e funciona de terça-feira a sábado, das 9h às 15h, sem agendamento, mas com comprovante de vacinação.

A entrada custa R$ 10 por pessoa. O acesso é feito somente por via fluvial, por meio de embarcações particulares (sem relação com a Secretaria de Estado de Cultura), que saem de hora em hora da Marina do Davi, na Ponta Negra. Cada trecho (ida ou volta) custa R$ 18.

Foto : Divulgação
Comentários com Facebook
Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Agenda Cultural

Espia Esse Aqui

Arena da Amazônia será palco da magia do Festival de Parintins, em noite de Arena Planeta Boi

Evento promete fazer com que o público se sinta em uma das noites de disputa entre Caprich…