Finep visita obras do primeiro laboratório multiusuário de microscopia da UEA

94

Na tarde desta terça-feira (8), o diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), professor doutor Wanderley Souza, visitou a Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) para acompanhar o andamento do projeto de criação do primeiro laboratório multiusuário de microscopia da na área de ciências biomédicas do Estado. O laboratório é uma parceria da UEA com a Finep, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF) e o Centro de Investigações na Área Médica e Biológica (CEMABIO) da UFRJ.

Segundo o diretor da Finep, Wanderley Souza, esse local servirá como um centro para atender tanto a UEA como toda a comunidade científica do Amazonas. / Foto: Divulgação UEA
Segundo o diretor da Finep, Wanderley Souza, esse local servirá como um centro para atender tanto a UEA como toda a comunidade científica do Amazonas. / Foto: Divulgação/UEA

Segundo o Reitor da UEA, Cleinaldo Costa, a implantação de um laboratório multiusuário de microscopia eletrônica de varredura, microscopia de fluorescência e microscopia de transmissão colocará a Universidade no cenário nacional e internacional de microscopia e de análise de fenômenos biológicos e biomédicos. “Tratando-se de doenças da Amazônia e de desenvolvimento de novos fármacos esse é um passo muito importante para o Estado e, sobretudo, pela parceria onde contamos com o suporte financeiro da Finep, o suporte institucional e científico da UFRJ e dos outros parceiros”, ponderou o Reitor.

Durante a visita, o diretor da Finep declarou ter ficado satisfeito com o andamento do projeto, que ocorre dentro do cronograma de execução. “Esse local servirá como um centro para atender tanto a UEA como toda a comunidade científica do Amazonas”. Para o professor doutor Kildare Miranda, que é uma das autoridades brasileiras na área de microscopia eletrônica, microscopia de varredura, microscopia de fluorescência e microscopia de transmissão, o Amazonas é um polo potencial para a criação de mais laboratórios na área de fármacos, cosméticos e doenças tropicais. “A visita foi muito positiva e vejo com otimismo a criação de laboratórios em Parintins, São Gabriel da Cachoeira e Itacoatiara”, sinalizou.

O laboratório está na fase de finalização de obra. / Foto: Divulgação/UEA
O laboratório está na fase de finalização de obra. / Foto: Divulgação/UEA

O laboratório está na fase de finalização de obra. Os equipamentos, comprados por meio de recursos Finep e parte de recursos da UEA, já foram importados e estão em trânsito para Manaus, com previsão de chegada em fevereiro. A conclusão está prevista para abril e a inauguração ainda no primeiro semestre deste ano. “A intenção é inaugurar o laboratório no primeiro semestre de 2019 e colocá-lo à disposição da Universidade do Estado do Amazonas e da comunidade científica amazonense, considerando que é um laboratório multiusuário”, explicou Cleinaldo Costa.

Fonte: Ascom UEA

Comentários