Fotos raras da Ch√°cara “O Pensador” local onde morreu o ex-governador do Amazonas Eduardo Ribeiro

1038

Eduardo Gon√ßalves Ribeiro, o pensador, chegou a Manaus em 4 de janeiro de 1890 e, logo integrou a alta administra√ß√£o do Estado. Ele era uma figura j√° conhecida dos grupos de movimentos republicanos por grande dedica√ß√£o √† causa, inclusive ao tempo do jornal “O Pensador”, editado no Maranh√£o, estado natal do ex-governador e o qual serviu de inspira√ß√£o para o seu apelido tamb√©m no Amazonas.

A sua morte em terra bar√© tamb√©m prossegue emblem√°tica. Mist√©rios ainda envolvem seu desaparecimento. Um deles, o fundamento pelo qual o √≥bito n√£o foi registrado em cart√≥rio. √Ä √©poca, havia apenas o 1¬ļ Cart√≥rio, ainda existente e funcionando √† rua Leonardo Malcher pr√≥ximo a rua Ferreira Pena. N√£o se diga que o livro ou a p√°gina foi extraviado, n√£o. Est√£o l√° no cart√≥rio para provar a des√≠dia ou o crime.

O falecimento de Eduardo Ribeiro, ocorrido a 14 de outubro de 1900, num afastado sub√ļrbio de Manaus, em uma casa de sua propriedade e resid√™ncia, continua e continuar√° em mist√©rio. O local do seu falecimento foi justamente a sua Ch√°cara “O Pensador”.

 O falecimento de Eduardo Ribeiro, ocorrido a 14 de outubro de 1900, num afastado sub√ļrbio de Manaus, em uma casa de sua propriedade e resid√™ncia, continua e continuar√° em mist√©rio. (Agnelo Bittencourt)
O falecimento de Eduardo Ribeiro, ocorrido a 14 de outubro de 1900, num afastado sub√ļrbio de Manaus, em uma casa de sua propriedade e resid√™ncia, continua e continuar√° em mist√©rio. (Agnelo Bittencourt)

A ch√°cara O Pensador, local onde residiu e morreu Eduardo Ribeiro ficava na √°rea que hoje √© o Hospital Psiqui√°trico Eduardo Ribeiro, Funda√ß√£o HEMOAM,¬† Centro de Conven√ß√Ķes Vasco Vasquez, Arena da Amaz√īnia, Vila Ol√≠mpica, aquela regi√£o al√≠, do outro lado da rua, uma esta√ß√£o final do Bonde de Manaus √† √©poca, na avenida Constantino Nery, no bairro Chapada, em Manaus.

Essa foto abaixo √© de uma publica√ß√£o de 1899 (Arthur Caccavoni – √Ālbum Amazonas). √Č poss√≠vel ver o quarto onde o ent√£o governador suicidou-se (ou at√© mesmo foi assassinado) e √© poss√≠vel perceber que pela janela ser baixa, seria f√°cil entrar e sair do aposento.

Os dados hist√≥ricos apontam que a moradia do Eduardo Ribeiro foi somente sua ch√°cara (hoje Centro Psiqui√°trico Eduardo Ribeiro), pois n√£o h√° iconografia e nem documentos que provem seu endere√ßo em outra localiza√ß√£o. Tamb√©m n√£o h√° precis√£o quanto √† data de constru√ß√£o da casa, para isso necessitaria uma investiga√ß√£o espec√≠fica, pois nem sempre os anos que aparecem nas cartelas de casas antigas comprovam a real data. Tais dados entram em contradi√ß√£o com o material de divulga√ß√£o do Estado, especialmente quando afirma que o Palacete foi a ‚Äú√ļltima moradia‚ÄĚ do ex-governador.

CH√ĀCARA ‚ÄúO PENSADOR‚ÄĚ Perspectiva da ch√°cara do governador Eduardo Ribeiro, no bairro de Flores. Hoje no local est√° o Hospital Eduardo Ribeiro. Foto tirada por autor desconhecido em data desconhecida.
CH√ĀCARA ‚ÄúO PENSADOR‚ÄĚ
Perspectiva da ch√°cara do governador Eduardo Ribeiro, no bairro de Flores. Hoje no local est√° o Hospital Eduardo Ribeiro. Foto tirada do √Ālbum Amazonas em¬†1899 (Arthur Caccavoni – √Ālbum Amazonas)

Em 2013 o Jornal do Commercio trouxe uma not√≠cia veiculada no jornal ” O Paiz‚ÄĚ que relatava a destrui√ß√£o deste im√≥vel em um inc√™ndio acidental, no ano de 1908 ainda.

Em 1923, o local da Ch√°cara o Pensador, passou a funcionar o ent√£o chamado¬†Asilo de Mendicidade, mudando de nome para Col√īnia de Alienados Eduardo Ribeiro, at√© que, em 1982, aos 22 de julho, foi publicada no Di√°rio Oficial do Estado, sob o Decreto Governamental n. 6.472, a cria√ß√£o do Centro Psiqui√°trico Eduardo Ribeiro – CPER, situado na Avenida Constantino¬†Nery n. 4.307, Chapada ‚Äď Manaus/Amazonas.

Perspectiva da ex-ch√°cara O Pensador, localizada em Flores, que abrangia toda a √°rea onde hoje est√° a Arena da Amaz√īnia, Vila Ol√≠mpica, Hospital Tropical, etc. Fotografia tirada na d√©cada de 1930. Foto: Bazar Esportivo. Fonte: Manaus Sorriso. Menos
Perspectiva da ex-ch√°cara O Pensador e que passou a ser o Asilo de Mendicidade, localizada em Flores, que abrangia toda a √°rea onde hoje est√° a Arena da Amaz√īnia, Vila Ol√≠mpica, Hospital Tropical, etc. Fotografia tirada na d√©cada de 1930. Foto: Bazar Esportivo.

Se voc√™ quiser conhecer um pouco mais sobre a hist√≥ria do Eduardo Ribeiro, visite o¬†¬†Museu Casa Eduardo Ribeiro ‚Äď Palacete Bretislau de Castro, na rua¬†Jos√© Clemente, 322 – Centro. L√° possui um acervo de m√≥veis e utens√≠lios dom√©sticos, objetos de uso pessoal, instrumentos de trabalho, vestu√°rios e uma reprodu√ß√£o de uma charrete, todos t√≠picos do final do s√©culo XIX e come√ßo do s√©culo XX. Ainda h√° o acervo textual da vida profissional (mensagens, relat√≥rios e fotos) do Eduardo Ribeiro, al√©m de engenheiro, como jornalista, militar e pol√≠tico.

Eduardo Ribeiro (busto) “admira” a esquina famosa
de Manaus: av Eduardo Ribeiro com Sete de Setembro / Foto : Blog do Coronel Roberto

Coment√°rios