Home Notícias Amazonas Hoje completa 1 ano do falecimento da Rosemary Costa Pinto pela COVID-19

Hoje completa 1 ano do falecimento da Rosemary Costa Pinto pela COVID-19

3 minutos o tempo de leitura
45

Um dos primeiros nomes a ser conhecido na linha da frente da pandemia da Covid-19 sem dúvida foi da então diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto que informava diariamente sobre a situação da pandemia da Covid-19 no Amazonas. Mulher guerreira e aguerrida que acabou travando a luta mais dura da sua vida durante a 2ª onda da pandemia com a mutação do vírus de forma bastante agressiva em 22 de janeiro de 2021, no meio da crise de oxigênio e no momento mais desesperador da história do Amazonas. Atualmente a FVS leva seu nome em homenagem.

E é justamente neste sábado, dia 22 de janeiro, que se completa um ano da morte de Rosemary Costa Pinto pela COVID-19. Farmacêutica Bioquímica e epidemiologista há mais de 27 anos, Rosemary esteve na linha de frente no combate à doença no Amazonas desde a chegada do coronavírus no estado, mas faleceu antes de ter a oportunidade de se imunizar.

Ela foi diagnosticada no dia 5 de janeiro de 2021, foi internada no dia 11 e morreu no dia 22 em decorrência de complicações da covid-19. Na época, Manaus passava pela segunda onda da doença e o colapso no sistema de saúde com a crise do oxigênio.

Primeira presidente

Rosemary foi uma das responsáveis pela implementação da FVS como órgão no estado e possuía uma carreira dentro da fundação . Além disso, foi a primeira mulher a presidir a instituição.

Contribuição

No dia da sua morte, o governo do estado classificou a epidemiologista como “uma das bússolas do Amazonas na interpretação dos dados da pandemia no Amazonas”.

(crédito: FVS-AM/Divulgação)

Biografia

Rosemary Costa Pinto era farmacêutica bioquímica de formação básica, e epidemiologista de carreira da Fundação de Vigilância em Saúde, formada pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Osvaldo Cruz – ENSP/Fiocruz. Foi uma das idealizadoras da FVS-AM, juntamente com um grupo técnico composto por sanitaristas, epidemiologistas e infectologistas.

Atuou como gerente de epidemiologia e como diretora de vigilância em saúde da SUSAM, assessora técnica de vigilância em saúde e diretora técnica da FVS-AM, cargo onde atuou nos últimos cinco anos.

Foi docente na cadeira de epidemiologia e saúde coletiva do curso de medicina da Universidade Nilton Lins durante 5 anos. Era membro da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO) e da Associação Brasileira de Profissionais de Epidemiologia de Campo (PROEPI).

Há 22 anos atuava como representante do Amazonas na Câmara Técnica de Vigilância em Saúde do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS). Com experiência no controle de surtos, epidemias e situações inusitadas.

Comentários com Facebook
Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe um comentário

Espia Esse Aqui

Governo do AM reforça informações sobre Crédito Rosa e entrega fomento para empreendedora na 4ª edição

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) levou seu atendimento e reforçou as in…