Inédito! FHAJ realiza a primeira cirurgia de Reconstrução Mandibular com Retalho Microcirúrgico da Fíbula

141

Um feito inédito para a saúde do Amazonas. Pela primeira vez, a equipe de cirurgiões da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), unidade de saúde vinculada à Secretaria de Saúde do Governo do Amazonas (Susam), realizou, a cirurgia de Reconstrução Mandibular com Retalho Microcirúrgico da Fíbula. O fato inédito aconteceu na quarta-feira (05/06).

A cirurgia consistiu em transplantar retalho microcirúrgico da fíbula do paciente – osso da perna, antigo perônio, ao lado da tíbia (canela), pela parte externa. O paciente, servidor público da área de segurança pública, foi vítima de ferimento na face por arma de fogo, afetando diretamente a mandíbula direita, no dia 22 de abril.

Fundação Hospital Adriano Jorge realiza cirurgia inédita no Amazonas / Foto : Divulgação

Para a realização da cirurgia, duas equipes atuaram no centro cirúrgico ao mesmo tempo: a de especialistas do Serviço de Residência Médica em Cirurgia Bucomaxilofacial da FHAJ, coordenada pelo cirurgião dentista Francisco Amadis, e a equipe de Microcirurgia Reconstrutiva, liderada pelo cirurgião plástico Gustavo Cabrera. Ao todo, participaram do procedimento cirúrgico três cirurgiões principais e dois auxiliares, dois instrumentadores cirúrgicos, dois anestesistas principais e toda a equipe de enfermeiros e técnicos de enfermagem.

A realização do procedimento, financiado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), foi inédita na rede de saúde do Estado e na região Norte. “A Fundação Adriano Jorge vem trabalhando para oferecer serviços de vanguarda em ortopedia, em traumatologia bucomaxilofacial, contribuindo para ampliar a oferta de procedimentos de alta complexidade, na rede pública local”, destacou a diretora-presidente da FHAJ, Christianny Sena.

O cirurgião bucomaxilofacial Francisco Amadis destacou que a cirurgia reconstruiu parte do osso da mandíbula. “Boa parte da mandíbula direita foi destruída pelo projétil. Trabalhamos em parceria com cirurgião plástico, especialista em microcirurgia. Enquanto uma equipe preparou o local para receber o retalho microvascular na mandíbula, a segunda equipe retirou o retalho da fíbula, da perna do paciente, para a reconstrução”, explicou Amadis.

Segundo o médico, a cirurgia foi realizada no momento ideal e o paciente irá recuperar a qualidade de vida. “Após mais de 30 dias do acidente, com todos os exames e procedimentos pré-operatórios realizados, reconstruímos a mandíbula, devolvendo qualidade de vida ao paciente”, disse Amadis.

“Com esta cirurgia, iremos devolver ao paciente a função mastigativa e de fonação, e articulação dos sons. Além de também devolver a deglutição”, informou Amadis. “O mais importante é o retorno do paciente ao convívio social e às suas atividades laborais”, complementou o médico.

Pós-cirúrgico – Francisco Amadis disse que o paciente permanecerá internado – por mais duas ou três semanas, sob cuidados rigorosos. Imediatamente após cirurgia, o paciente foi encaminhado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da FHAJ, procedimento padrão, em virtude do extenso período de cirurgia, assim como pela alta complexidade da cirurgia.

“Após determinado período e conforme evolução do paciente, ele deverá ser encaminhado para enfermaria, ainda sob cuidados rigorosos, e, posteriormente, iniciar fisioterapia”, informou o cirurgião buco-maxilofacial. Em um segundo momento, o paciente deverá ser encaminhado para reabilitação oral, ou seja, prótese dentária.

“As cirurgias de reconstrução mandibular são de alta complexidade. Tanto que desde o efetivo início do procedimento até a finalização, foram mais de seis horas de tempo cirúrgico”, destacou o cirurgião.

Referência – A Fundação Hospital Adriano Jorge é referência para atendimento de média e alta complexidade a pacientes oriundos dos prontos-socorros da capital, interior do Amazonas e demais unidades de saúde da rede estadual. Tem como finalidade a assistência à saúde, ao ensino e à pesquisa.

Fundação Hospital Adriano Jorge realiza cirurgia inédita no Amazonas / Foto : Divulgação

Comentários