Home Notícias Polícia Jovens levam 5 tiros após serem vítimas de xingamentos homofóbicos na Praça do Caranguejo em Manaus

Jovens levam 5 tiros após serem vítimas de xingamentos homofóbicos na Praça do Caranguejo em Manaus

2 minutos lido
2,094

Na madrugada deste sábado (11), o casal Jonas Nogueira Júnior, 25 e Emanoel Medeiros Marinho de Almeida, 25, sofreram uma tentativa de assassinato na Praça do Eldorado, zona Centro-Sul de Manaus após pararem para comprar uma água tônica.

Ao portal No Amazonas é Assim, Jonas, que está internado no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, disse que ele e Emanoel foram vítimas de homofobia. Jonas contou que o casal parou no Conjunto Eldorado, mais especificamente na Praça do Caranguejo pra fazer a compra de uma água tônica e um homem não indentificado e totalmente desconhecido por eles, começou a agredi-los verbalmente chamando-os de “viado escroto” entre outros termos pejorativos.

Divulgação

As vítimas então, pediram que o rapaz pedisse desculpa, caso contrário, iriam chamar a polícia e registrar a queixa por homofobia. Nesse momento, uma mulher, também não indentificada, pediu que eles não fizessem isso, pois o homem estava armado. Sabendo disso, os jovens saíram do local em uma moto onde não perceberam, mas acabaram sendo seguidos pelo agressor que mais a frente os surpreenderam atirando na direção dos jovens.

Jonas Nogueira Júnior foi baleado com quatro tiros, sendo dois no pulmão, um no ombro (que saiu nas costas) e outro no abdômen. Emanoel, por sua vez, levou um tiro no ombro, da mesma bala que havia acertado Jonas e o atingiu. Jonas chegou ao 28 de Agosto em estado grave, porém, agora já se encontra estável.

Ao reportar o ocorrido ao portal No Amazonas é Assim, Jonas foi bem enfático “preciso só que vocês em nota cobrem das autoridades que façam justiça”, pediu o jovem.

Atendendo ao pedido do Jonas, do Emanoel e de tantas vítimas de homofobia no Estado do Amazonas, fica aqui o nosso pedido que o Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública, nomeie um delegado especial para investigar o caso, prendendo o responsável pela tentativa de duplo homicídio com agravante de homofobia e que a justiça puna com rigor o criminoso.

Pedimos a todos para que juntos possamos nos unir numa só oração pedindo a Deus que dê muita saúde e que eles saiam dessa situação delicada e que as autoridades competentes façam justiça referente ao caso, pois todos têm o direito de ser e viver aquilo que escolheram para suas vidas.

O crime será investigado pela  Delegacia Especializada em Ordem Política e Social (Deops), que trata de crimes de ódio contra o público LGBTQIA+ em Manaus.

Abaixo o relato do Jonas em seu Instagram

 

Comentários com Facebook

Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Leia Também

Blogueira pede ajuda para encontrar homem que supostamente depenou a casa da sua mãe

Na última quarta-feira (21), a blogueira Cabelo Duro, conhecida por também ser agora a nov…