Home Notícias Amazonas Juiz Márco Rothier recebe o título Cidadão do Amazonas por indicação do presidente da Aleam, Roberto Cidade

Juiz Márco Rothier recebe o título Cidadão do Amazonas por indicação do presidente da Aleam, Roberto Cidade

1 minutos lido
33

A Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) concedeu, nesta sexta-feira (11), o Título de Cidadão do Amazonas ao juiz titular da 12ª Vara Cível e Acidentes do Trabalho, Márcio Rothier Pinheiro Torres. A honraria ao magistrado foi proposta pelo presidente da Casa, deputado Roberto Cidade (PV) e aprovada pelos deputados em outubro do ano passado.

Juiz Márco Rothier é o mais novo Cidadão do Amazonas. A indicação ao título foi do presidente da Aleam, Roberto Cidade – Imagem: Divulgação

“O Doutor Márcio Rothier tem uma longa carreira dedicada ao Amazonas, sempre atuante e comprometido com suas funções, tanto na capital como nos municípios do interior onde atuou. Essa honraria é mais do que justa e merecida. Me alegro de poder conceder esse título a alguém que ama verdadeiramente o Estado do Amazonas”, destacou Roberto Cidade.

Nascido no dia 3 de julho de 1959 na cidade do Rio de Janeiro (RJ), o Dr. Márcio Rothier se dedica há mais de 30 anos como magistrado no Estado do Amazonas, tendo iniciado a carreira como juiz substituto do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) na comarca de Santa Isabel do Rio Negro.

Roberto Cidade, durante o discurso enalteceu a paixão do homenageado pelo Rio Negro, bem como, uma de suas características mais marcantes, segundo os mais próximos, de ajudar sempre as pessoas.

“Talvez poucos saibam, mas o doutor Márcio é um apaixonado pelas águas do nosso Rio Negro, o que o consagra como um típico amazonense. É um pai de família dedicado e que preserva suas raízes familiares, além de não medi esforços para ajudar as pessoas”, pontuou.

Em seu discurso, Rothier destacou que o Título de Cidadão do Amazonas é a oficialização de uma verdade em sua vida, já que, segundo ele, quando perguntado sua origem, a resposta sempre é: “Carioca da gema, caboclo por opção”.

“Como Deus mostra ao homem da floresta a planta que o cura eu sempre peço a ele que me mostre a cura do direito de sua gente. Com braveza me doei e prometo continuarei doando sem orgulho nem falsa nobreza, mas com prazer em servir , tentando fazer o bem sem olhar a quem. Sou grato por esse reconhecimento”, disse.

Comentários com Facebook
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Jussara Melo
Carregar Mais Em Amazonas

Leia Também

Governo do Amazonas já entregou mais de 1,3 mil cartões do Auxílio Estadual para profissionais da Cultura, Esporte e Turismo

O Governo do Amazonas já entregou, até esta quinta-feira (29/07), 1.334 cartões do Auxílio…