Marido atropela e passa 2 vezes com caminhão por cima de esposa, na frente da filha de 6 anos - No Amazonas é Assim
Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, sexta, 31 de março de 2023

Polícia

Marido atropela e passa 2 vezes com caminhão por cima de esposa, na frente da filha de 6 anos

Publicado

no

Na madrugada desta quinta-feira (2/3), uma mulher de 39 anos, foi brutalmente assassinada e o suspeito é o marido dela também de 39 anos. O homem atropelou e passou com caminhão por cima da própria esposa por duas vezes na frente da filha do casal, uma menina de apenas 6 anos.

O crime aconteceu por volta de 1h30 no Anel Rodoviário, na região Oeste de Belo Horizonte em frente a um posto de combustíveis. A Polícia Militar (PM) foi acionada pelo frentista do estabelecimento, que contou ter ouvido uma criança gritando na beira da rodovia e, ao olhar, viu o caminhão passando por cima de uma pessoa. A testemunha contou que, após atropelar a vítima pela primeira vez, o suspeito ainda deu ré, passando novamente sobre a mulher e, em seguida, arrancou e fugiu.

A avó da criança, mãe do suspeito, foi comunicada pela Polícia Militar Rodoviária e compareceu ao local para buscar a neta.

A perícia foi realizada no local e o corpo encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Até o momento o suspeito não havia siso preso.

O frentista relatou ainda que ouviu a criança gritar “papai, papai”, tendo corrido até a menina e a retirado do local, levando-a para o interior do posto antes de acionar a polícia. De acordo com a PM, um motorista de aplicativo compareceu ao local e relatou que, por volta de 1h, recebeu um chamado em Betim e buscou a mulher e a criança. No caminho, ela disse que iria encontrar o marido, que é caminhoneiro, às margens do Anel.

Publicidade

Depois de deixar mãe e filha no local, ele fez o retorno e, ao passar no sentido contrário, avistou a mulher caída no chão instantes após o atropelamento. Ambulâncias da Via 040 e o Samu compareceram ao local e acabaram constando a morte da mulher.

Relacionamento conturbado

Enquanto aguardavam a chegada perícia da Polícia Civil, os policiais militares perceberam que o celular que estava ao lado do corpo tocava o tempo todo. Eles resolveram atender o telefone e uma pessoa perguntou pelo autor e pela vítima. Após contar o ocorrido, foi solicitado que alguém comparecesse ao local para ficar com a criança, que ficou dentro de uma viatura durante todo o atendimento.

Depois de um tempo a avó paterna da criança chegou ao local. Ela contou que o filho e a vítima tinham “problemas no relacionamento” e que seria comum ela ir aos postos de combustível para “ver se ele estava acompanhado de outra mulher”. A mãe do suspeito disse ainda não saber sobre o paradeiro do filho.

A PM fez buscas na região, porém, o suspeito não foi localizado. Ele dirige um caminhão vermelho. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil do Barreiro, que investigará o feminicídio.

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…
Publicidade

Mulher...mãe....apaixonada....webwriter e sócia proprietária do Portal No Amazonas é Assim...E minha história continua ❤

Continue Lendo
Publicidade
Acompanhe nossas transmissões
Comentários

Câmara Municipal de Manaus

Acompanhe nossas transmissões

Horóscopo do Dia

Siga-nos no Facebook

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Governo do Amazonas

Últimas notícias do Governo do AM

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações