Home Notícias Polícia Marido de cantora gospel mata ela e o enteado de 8 anos a facadas e foge

Marido de cantora gospel mata ela e o enteado de 8 anos a facadas e foge

2 minutos lido
1,109

Na tarde da última quarta-feira (01), a cantora gospel Ivanilda de Magalhães de Castro, 32 anos, mais conhecida como “Vany Magalhães“, e um de seus filhos, Renan de Magalhães Ribeiro, de 9 anos foram encontrados mortos a facadas na cidade de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. O marido assassino, poupou a vida da outra criança que estava na casa, uma menina de 2 anos. Os corpos só foram localizados depois que o tio das vítimas passou em frente à casa, muitas horas depois, e escutou a sobrinha chorando desesperadamente lá dentro.

Em sua biografia no Instagram, Vany Magalhães escreveu “Amo Cantar e Louvar ao meu Grande Deus”, inclusive tinha um canal com mais de 22 milhões de views.

Mas, ela teve seu ministério interrompido nesta quarta-feira (01/09). Ela e o filho mais velho, de 8 anos, foram encontrados mortos em casa pela família. Segundo o investigador Sérgio, da Delegacia de Piraquara, os corpos foram encontrados pelos familiares no final da tarde desta quarta, mas o crime teria acontecido por volta da madrugada devido ao estado dos corpos.

Marido mata cantora gospel e enteado de 8 anos no Paraná – Foto: Reprodução
Marido mata cantora gospel e enteado de 8 anos no Paraná – Foto: Reprodução

Além disso, a filha do casal, de 2 anos, estava na casa e foi encontrada por familiares junto com os corpos. O marido da cantora gospel, conhecido como De Castro, é o principal suspeito, segundo a polícia. “O suspeito é o marido da mulher e padrasto da criança. Ele cometeu o crime, deixou a filha de quatro anos trancada dentro da residência com os dois corpos e fugiu”, explicou o investigador.

Ainda de acordo com a polícia, a menina teria ficado trancada dentro da casa até o final da tarde, quando um parente próximo passou na residência e estranhou a falta de movimentação.

“Ele foi ver o que estava acontecendo e acabou encontrando a criança aos prantos dentro da casa. Depois acionou as polícias”, contou.

Um perito da Polícia Civil afirmou que ainda não é possível saber com quantas facadas as vítimas foram mortas. “É impossível precisar quantos golpes, porque foram muitos. No IML vamos fazer um levantamento com mais calma, porque realmente foram muitos golpes. A menina, pelo o que a polícia passou, foi retirada do local sem ferimentos”, afirmou o perito Thiago Massuda.

O homem ainda não foi localizado pela polícia. E segundo informações, a filha do casal foi levada ao Conselho Tutelar da cidade. Já os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) da capital Curitiba.

Comentários com Facebook

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Leia Também

Hospitais públicos e privados deverão divulgar pacientes desconhecidos, de acordo com PL de Roberto Cidade

Os hospitais públicos e privados do Amazonas deverão divulgar, em site na internet, inform…