Home Notícias Política MinC aprova captação de quase R$ 8 milhões para promover o islã para crianças

MinC aprova captação de quase R$ 8 milhões para promover o islã para crianças

2 minutos lido
23

Nesta semana o polêmico portal Gospel Prime trouxe à seus leitores um projeto entre as dezenas de projetos temerários aprovados pelo governo Dilma Rousseff com captação pela via Lei Rouanet : a exposição “1001 Invenções: descobrindo o duradouro legado da civilização muçulmana”.

A exposição, idealizada por uma organização da Inglaterra, já conseguiu R$ 7.825.451,58 e recebeu do Ministério da Cultura aprovação para que ocorra em São Paulo, no período de 29/08/2017 a 03/12/2017.

Brasília- DF 23-11-2016 Presidente, Temer durante Cerimônia de posse do ministro da Cultura, Deputado Roberto Freire Palácio do PlanaltoFoto Lula Marques/AGPT
Brasília- DF 23-11-2016 Presidente, Temer durante Cerimônia de posse do ministro da Cultura, Deputado
Roberto Freire
Palácio do PlanaltoFoto Lula Marques/AGPT

A justificativa do projeto, idealizado por Ahmed Salim, um jordaniano radicado em Londres, tem “a finalidade de descortinar esse passado (muçulmano) encoberto pelos acontecimentos atuais e pelo próprio modo como foi contada a história ocidental.”

Entre as várias facetas da exposição está a exibição do documentário: “O que o mundo islâmico fez por nós”.

Curiosamente, a ideia da exposição foi criada pela empresa 1001 Inventions, responsável por enviá-la para várias cidades do Estados Unidos na era Obama e outras muitas na Europa. O projeto pinta o islã como o grande inventor e criador da civilização moderna na Idade Média.

A mostra prevê a entrega de 115 mil cartilhas para os estudantes de 7 a 17 anos que visitarem o local. Inclui ainda verba para campanhas educativas com as escolas da cidade, visando “despertar o interesse do público, em especial os estudantes a respeito do tema central proposto”, no caso, o Islã.

O portal Gospel Prime já havia denunciado isso em meados de 2016. Mudou o governo, saiu Dilma entrou Temer, mas o apoio estatal a essa forma sutil de doutrinação continua valendo. A subvenção da religião, é bom lembrar, é proibida pelo artigo 19 da Constituição Federal.

"Leiam com atenção e verão que se trata de uma exposição sobre a contribuição da civilização mulçumana para o conhecimento " sic / Reprodução Twitter Roberto Freire
“Leiam com atenção e verão que se trata de uma exposição sobre a contribuição da civilização mulçumana para o conhecimento ” sic / Reprodução Twitter Roberto Freire

Esta semana, o Ministro da Cultura Roberto Freire fez uma defesa pública da ideia na redes sociais, chamando atenção novamente para o fato de que o governo não vê nada errado em promover, ainda que de forma indireta, a islamização.

Projeto no site do MEC / Reprodução da Internet
Projeto no site do MEC / Reprodução da Internet

A íntegra do projeto pode ser lida no site do Ministério da Cultura (aqui). Basta ir no menu Consultar, Projeto e colocar o número 1510875 no Pronac.

MEC responde

Após a publicação da matéria, o Ministério da Cultura (MinC) enviou email ao portal Gospel Prime, afirmando que o projeto em questão é “de caráter educativo” e que foi aprovado “conforme os critérios objetivos técnicos estabelecidos pela Lei Rouanet” visando “propiciar meios, à população em geral, que permitam o conhecimento dos bens de valores artísticos e culturais”.

Também esclarece que “1001 invenções” foi aprovado pelo MinC a captar recursos de incentivo fiscal no valor de R$ 7,8 milhões, mas ainda não captou “qualquer recurso até o presente momento”. finaliza dizendo que “a aprovação do projeto não garante a sua execução”.

Comentários com Facebook
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Política

Leia Também

Presidente Roberto Cidade apresenta PL que autoriza assinatura digital para projetos de iniciativa popular

Previsto no artigo 33 da Constituição do Estado do Amazonas, os projetos de iniciativa pop…