Home Entretenimento Famosos e TV ‘Mulheres’ x ‘Million years ago’: Após processar Adele, compositor Toninho diz que quer ter sua canção reconhecida

‘Mulheres’ x ‘Million years ago’: Após processar Adele, compositor Toninho diz que quer ter sua canção reconhecida

1 minutos lido
25
FOTO: Reprodução

O compositor Antônio Eustáquio Trindade Ribeiro, conhecido como Toninho Geraes, vai processar a cantora inglesa Adele por suposto plágio da música “Mulheres” (1995).

Segundo o compositor, grande parte de sua melodia foi usada na canção “Million years ago” (2015), creditada a Adele e ao produtor musical Greg Kurstin.

Em entrevista ao “Fantástico” neste domingo (26), ele falou sobre a polêmica em torno das músicas. Veja no vídeo acima.

Siga nosso novo Instagram @portalnoam

“Eu não quero brigar, só quero que reconheçam que a minha música está dentro da obra dela”, afirmou o compositor de “Me Leva”, gravada por Agepê, e “Verdade”, gravada por Zeca Pagodinho.

Ao g1, o advogado Fredímio Biasotto Trotta, responsável pela ação, explica o que levou Geraes a processar a cantora, as três notificações já enviadas às partes e quais os próximos passos judiciais.

“Million Years Ago” foi lançada 6 anos atrás, mas Toninho só ouviu no ano passado.
Ele ainda não entrou com um processo, mas já enviou três notificações. Duas delas foram para Adele, que não deu resposta.
Ele quer ser creditado como coautor, receber royalties e uma indenização por danos morais.

Segundo o advogado, Toninho Geraes não conhecia a música. Ele escutou a “Million years ago” por meio do produtor e músico Misael da Hora no início de 2020. Misael é filho do Maestro Rildo Hora, que orquestrou a gravação de “Mulheres”.

“Não fosse o Misael da Hora ter ouvido numa festa uma execução da canção e imediatamente presumido se tratar de uma versão (autorizada) da obra original, é bem possível que o Toninho até hoje não soubesse da existência do plágio”, diz Trotta.

De acordo com Trotta, Misael procurou os créditos da música e viu que não tinha menção aos brasileiros. O produtor então mostrou a faixa ao compositor e orientou que ele contratasse um advogado. “Quando o Toninho escutou a obra atribuída à Adele, ficou estarrecido e, ao mesmo tempo, com medo”, diz. Foi então que Misael apresentou Toninho a Trotta.

A seguir ouça as duas musicas e tirem suas conclusões:

Fonte: G1

Comentários com Facebook

Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Famosos e TV

Leia Também

Gil do Vigor ganha destaque internacional após entrevista de chefe da Marvel

Internautas piraram quando Gil do Vigor foi flagrado na pré-estreia de “Os Eternos&#…