Home Notícias Polícia Neymar volta a ser assunto policial e denúncia teria motivado fim de contrato com a Nike

Neymar volta a ser assunto policial e denúncia teria motivado fim de contrato com a Nike

1 minutos lido
91

Uma funcionária da Nike acusa o Neymar de assédio sexual, ocorrido em 2016. Segundo reportagem do The Wall Street Journal, publicada nesta quinta-feira (27), o jogador teria tentado forçá-la a fazer sexo oral em um quarto de hotel de Nova York. Ela estava no local a trabalho e fazia a logística para o atacante e a sua comitiva.

A funcionária chegou a registrar uma reclamação para a empresa em 2018, relatando o caso para o chefe de recursos humanos e conselho geral. Ainda segundo o jornal norte-americano, a Nike contratou advogados para conduzir uma investigação.

A denúncia teria sido o motivo do rompimento do contrato da marca com o jogador do Paris Saint-Germain, em agosto do ano passado. Na época, a empresa não justificou o motivo do rompimento, mas a parceria ainda tinha mais oito anos de duração.

“A Nike encerrou seu relacionamento com o atleta porque ele se recusou a cooperar na investigação, após alegações de irregularidades apresentadas por um funcionário”, disse Hilary Krane, conselheiro geral da Nike, em entrevista ao jornal.

Neymar nega a acusação. “Neymar Jr. se defenderá vigorosamente contra esses ataques infundados caso alguma reclamação seja apresentada, o que não aconteceu até agora”, disse a assessoria do atleta, que justificou o fim do contrato com a Nike por motivos comerciais.

O pai do jogador também se posicionou contra a denúncia. “Como pode sair uma notícia dessa? Concorda comigo? Fomos surpreendidos por algo que aconteceu em 2016, que ninguém lembrava mais desse fato. É muito estranho tudo isso agora. O Neymar nem conhece essa moça, claro que isso partiu da Nike depois da nossa saída”, disse o pai do atleta, em entrevista à Folha de S.Paulo.

“Muito estranho, todos saem da Nike e são acusados assim. Muito estranho, isso aconteceu com o Cristiano Ronaldo, com o cara lá do basquete que morreu, o Kobe [Bryant], eles passam a ser denegridos, como o Neymar está sendo acusado falsamente agora. Se a Nike quer chantagem, armação, vamos para cima da Nike então”, completou.

Neymar nega assédio / Divulgação
Comentários com Facebook

Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Leia Também

Zé Trovão chora que nem um bebê momentos antes de se entregar à Polícia Federal em Santa Catarina

Momentos antes de se entregar a Polícia Federal em Santa Catarina, o caminhoneiro Marcos A…