Home Notícias “O bebê chorou de saudade”, diz a policial que ficou com o filho da mulher agredida

“O bebê chorou de saudade”, diz a policial que ficou com o filho da mulher agredida

3 minutos o tempo de leitura
125
Foto: Divulgação

A foto de uma policial militar segurando um bebê em Santa Catarina tem causado comoção nas redes sociais. De acordo com a Polícia Militar, a imagem retrata o momento em que a soldado Elisa Souza da Silva cuida da criança, enquanto a mãe do bebê de três meses preenchia a documentação necessária para uma medida protetiva. O fato foi registrado na Delegacia de Polícia da Comarca de Palhoça, na região da Grande Florianópolis.

Segundo a PM, a mulher foi agredida pelo pai da criança por volta das 13h do último sábado (22), no centro da Guarda do Embaú. Quando a polícia chegou ao local, testemunhas relataram que a mulher estava com o filho no colo quando sofreu as agressões.

A mulher disse aos policiais militares que conversava com a mãe do homem quando ele teve um surto de ciúmes e a agrediu com socos na cabeça e puxões de cabelo. Alguns golpes chegaram a acertar o bebê de raspão. A vítima disse que se relaciona há anos com o pai da criança e que essa não foi a primeira agressão sofrida por ela. 

Amparo e choro de saudade

A mãe, o neném e o agressor foram levados para a delegacia em viaturas diferentes e, no local, foi preciso esperar até a chegada do delegado. Segundo a soldado Elisa, quando a vítima precisou preencher os documentos relacionados à ocorrência, ela se ofereceu para segurar o neném de forma intuitiva. 

— Ela tinha que preencher os formulários e eu só me ofereci para segurar o bebê porque não tinha como ela preencher tudo com o neném no colo, com caneta, os papéis… — conta a soldado. 

Segundo a policial militar, o bebê ficou poucos minutos longe da mãe, mas foi tempo suficiente para que ele chorasse de saudade. 

— O bebê chorou de saudade dela. Se tivesse sido um vídeo e não uma foto, daria para ouvir o choro dele — afirma Elisa.  

Depois do ocorrido, a mãe e a criança foram levados para um local seguro pela viatura da Polícia Militar e o agressor ficou na delegacia.

A imagem, que foi publicada nas redes sociais da Polícia Militar de Santa Catarina, no perfil da Rede Catarina PMSC e no perfil do governador Carlos Moisés da Silva, tem causado admiração entre os internautas. 

— Excelente, atuação diferenciada, humana e digna de elogio — escreveu um usuário da rede no perfil da PMSC.

A atitude da policial também foi elogiada na publicação compartilhada pelo governador.

— Empatia… é o que precisamos!! — escreveu outra internauta.  

Comentários com Facebook
Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Notícias

Deixe um comentário

Espia Esse Aqui

Vídeo +18 : Casal morre sufocado em carro após fazer amor

Na noite deste sábado (14), um vídeo ganhou o Brasil após um casal ter sido encontrado mor…