Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, sábado, 10 de dezembro de 2022

Amazonas

Pai invade necrotério e retira corpo de filho bebê após 16 horas de espera, confira o vídeo

Publicado

no

Na noite da última terça-feira (12/4), cansado de uma espera de mais de 15 horas, um pai retirou o corpo do próprio filho bebê de dentro do necrotério, localizado no Hospital Municipal José Mendes, no município de Itacoatiara, localizado no interior do Amazonas, distante 250 km de Manaus.

Pai invade necrotério e retira corpo de filho bebê após 16 horas de espera, confira o vídeo – Imagem: Divulgação

Pai invade necrotério e retira corpo de filho bebê após 16 horas de espera, confira o vídeo – Imagem: Divulgação

O pai do recém-nascido, Hayzon Gustavo Castro Marques, de apenas sete dias de vida, retirou o corpo do filho do necrotério em Itacoatiara, após mais de 16 horas de espera para liberação. De acordo com informações, o corpo do bebê ainda seria conduzido para o Instituto Médico Legal (IML), em Manaus, para investigação sobre a causa da morte.

Após invadir o necrotério, o homem ficou carregando o corpo do filho por cerca de uma hora, até que um vereador do município chegou ao local e convenceu o pai, juntamente com funcionários do hospital, a devolver o bebê falecido ao necrotério.

Segundo informações, a demora se deu pois a unidade hospitalar só havia solicitado a presença do necrotério as 19h. Com toda a repercussão do caso, o hospital então liberou o corpo a uma funerária que realizou o translado do bebê até Manaus, para que fosse submetido a exames de necrópsia. O resultado da perícia apontou que o recém-nascido teve morte súbita.

Morte súbita em bebês

A morte súbita do recém-nascido ou Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL) é a morte súbita e inesperada, durante o sono, mais comum em crianças entre o segundo e o quarto mês de vida. Não existe previamente nenhum sinal consistente indicando que o bebê está em risco de vida.

Entenda o caso:

O bebê foi encontrado morto pela mãe por volta das 6 horas da manhã de terça-feira, na rua Rio Arari, no bairro Mamoud Amed, no município de Itacoatiara. De acordo com relatos de testemunhas, logo que acordou a mãe percebeu que o bebê não estava vivo, ela então entrou em estado de negação e não aceitava que ninguém tocassem na criança. Populares contaram ainda que a mulher, desesperada, gritava e chorava agarrada ao corpinho do bebê, que tinha somente 4 dias de nascido.

Ao encontrarem o bebê morto, os pais da criança tiveram que fazer os procedimentos cabíveis e acionaram a Polícia Civil e o Instituto Médico Legal – IML.

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇...

Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e um apaixonado pela nossa terra. Atualmente, participo de diversas ações e discussões na área de cultura, comunicação digital, turismo e empreendedorismo, além de ações sociais.

Dezembro Vermelho: Escolher a prevenção é uma forma de amar-se

Dezembro Vermelho: Escolher a prevenção é uma forma de amar-se

Renegocie suas dívidas com a AFEAM

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Falando de Contas

Programa do TCE-AM

Facebook

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Tribunal de Contas do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações