Paraense ganha direito a benefício do INSS por ser corno mais de 800 vezes. Tu jura?

989

Uma notícia viral está de volta nas redes sociais. A ‘notícia’, que por sinal não é nada nova, conta que um paraense chamado Amarildo Ferreira Cavalcante ganhou o direito de receber o Auxílio-doença do INSS por ser “corno”!

Reprodução GPlayShow

A reportagem afirma que Amarildo teria dito que sua mulher já lhe traiu mais de 800 vezes, e que a sua vida de corno tem lhe feito passar por situação de humilhação e constrangimento no trabalho.

O homem, segundo que diz na notícia, não consegue mais trabalhar, visto que é motivo de piada e por isso não consegue sair de casa e nem conviver em sociedade…

O valor total liberado pelo INSS foi de R$ 1.229,00 por mês, durante tempo indeterminado!

Homem estaria recebendo auxílio-doença por ter sido traído! Será verdade? (foto: reprodução/WhatsApp)
Homem estaria recebendo auxílio-doença por ter sido traído! Será verdade? (foto: reprodução/WhatsApp)

Será que isso é verdade?

Uma busca pelo nome do suposto beneficiário e não tivemos nenhum resultado, exceto em alguns sites que apenas copiaram o mesmo texto dessa “notícia”.

E por falar em copiar, os sites que postaram essa história citam como fonte uma publicação feita no site GShowPlay, conhecido por espalhar inúmeras fake news pela web.

O site GShowPlay ainda mostra um “documento” que atesta a veracidade dos fatos. No entanto, como podemos ver na imagem, não há o Número de Benefício ou do Requerimento, dados importantes para que alguém possa averiguar no site do Governo:

As fotos usadas na “notícia”

O autor dessa fake news juntou as fotos de um homem e de uma mulher em situações diferentes para dar a entender que o eles seriam os protagonistas dessa notícia. No entanto, a foto do homem foi tirada desse vídeo de 2011, de um homem preso pelo roubo de uma moto:

Já a foto da mulher foi tirada de outro vídeo, publicado em 2014:

Conclusão

Um órgão público não iria expedir um documento com termos chulos como “corno”! Além disso, o caso surgiu em um site conhecido por disseminar notícias falsas e não há nenhuma prova de que isso tenha ocorrido de verdade!

Comentários