Home Notícias Amazonas Parceria entre Prodam e Cetam proporciona expansão da oferta de cursos profissionalizantes no Amazonas

Parceria entre Prodam e Cetam proporciona expansão da oferta de cursos profissionalizantes no Amazonas

2 minutos lido
56
Foto; Divulgação

Apenas nos seis primeiros meses de 2021, o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) já ofertou cinco vezes mais o número de vagas para cursos profissionalizantes do que nos dois últimos anos. A informação é da empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam), responsável pela Plataforma de Gestão e Oferta de Cursos Profissionalizantes do Cetam.

Com as soluções da Prodam, só neste ano já foram matriculados, em cursos do Cetam, mais de 112 mil alunos. Em 2020, foram 11.505 e, em 2019, 10.915 alunos. O aumento significativo é fruto da estratégia do Governo do Amazonas de aumentar a capacitação de pessoas para a ampliação das oportunidades de empregabilidade e de fomentar a geração de renda por meio do trabalho autônomo.

A microempresária Maria Eduarda Silva de Souza é uma das pessoas beneficiadas com as capacitações do Cetam. Sócia de um brechó on-line, ela já realizou dois cursos que ajudaram a alavancar seu empreendimento.

Em 2018, Maria Eduarda fez o curso de Corte e costura e agora, em 2021, fez o de Marketing para mídias sociais no formato de Educação a Distância (EaD). “Com o curso de corte e costura fiz algumas encomendas e ajustes de roupa do meu brechó. E o outro curso contribuiu para melhorar as mídias sociais do meu negócio”, conta.

De acordo com o diretor-presidente do Cetam, professor José Augusto de Melo Neto, o investimento do Governo do Amazonas em conectividade e tecnologias digitais vai possibilitar a ampliação da oferta da educação profissional pública e gratuita por meio das ações do Cetam e de seus parceiros, como a Prodam.

Interior – Entre os cinco processos de inscrição realizados pelo Cetam este ano, merece destaque o processo realizado no dia 14 de maio, com vagas destinadas exclusivamente aos municípios amazonenses.

“Essa foi a primeira vez em que o sistema da Prodam foi utilizado para preencher vagas no interior e, por isso, algumas atualizações precisaram ser feitas na solução. “O resultado final foi positivo, com mais de 30 mil vagas distribuídas em 600 turmas por 56 municípios do Amazonas”, explicou Danubia Lustosa, analista de sistemas da Prodam.

A Prodam é a empresa responsável pelos sistemas de seleção de candidatos desde 2019. De lá para cá vem evoluindo para torná-la semelhante ao Sistema de Gestão Integrada da Educação (Sigeam), utilizado, com sucesso, há mais de 10 anos pela rede estadual de ensino.

“Começamos apenas com o módulo de inscrição de cursos. Mas hoje o sistema já faz a enturmação e a elaboração do Diário de Classe usado pelos instrutores. E não paramos aí. Já temos a previsão de desenvolver outros módulos como o Portal do Candidato e o Portal do Docente”, afirmou Danubia.

Comentários com Facebook
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Amazonas

Leia Também

Governo do Amazonas já entregou mais de 1,3 mil cartões do Auxílio Estadual para profissionais da Cultura, Esporte e Turismo

O Governo do Amazonas já entregou, até esta quinta-feira (29/07), 1.334 cartões do Auxílio…