Home Notícias Polícia Polícia divulga imagem do suspeito de assassinato do prefeito de Maraã

Polícia divulga imagem do suspeito de assassinato do prefeito de Maraã

3 minutos tu lês tudo
57

Foi divulgada pela Polícia Civil do Amazonas a foto de Adimilton Gomes de Souza, de 32 anos, suspeito de ter atirado e causado a morte do prefeito de Maraã, Cícero Lopes.Três suspeitos de envolvimento no assassinato já foram presos.

Adimilton Gomes : Foto: Divulgação/Polícia Civil
Adimilton Gomes : Foto: Divulgação/Polícia Civil

A prisão de Adimilton tinha sido decretada desde o dia do crime, mas o mesmo segue foragido. A polícia suspeita de que ele esteja escondido em comunidades da própria região de Maraã. Após a divulgação da imagem, a Polícia Civil pretende chegar rapidamente ao paradeiro do suposto atirador.

Segundo  polícia, Lázaro Moraes, 42 anos, e o empresário Aldemir Alves de Freitas, de 43 anos, teriam ajudado o Adimilton a fugir fornecendo alimentação e combustível. Os mantimentos e o combustível teriam sido levados pelo terceiro suspeito, Marcos Aleksandro, 25 anos. O trio já está preso em Manaus.

O prefeito de Maraã, Cícero Lopes, morreu na noite de domingo (28) após ser atingido com um tiro de arma de fogo próximo a residência onde morava. O crime ocorreu por volta das 19h. O político foi alvo de emboscada. Cícero foi atingido com tiro nas costas e foi levado para o Hospital de Maraã, mas não resistiu ao ferimento.

A Polícia Civil tem duas linhas de investigação para possível motivação do caso: a possível motivação política do crime e uma dívida da Prefeitura de Maraã com o empresário Aldemir Alves. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) informou que a vítima tinha uma dívida de R$ 40 mil com um empresário do município. Ele é apontado como mandante do assassinato.

Comentários com Facebook

Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Polícia
Comentários Fechados

Espia Esse Aqui

Assalto em ônibus da linha 448 termina com passageiro esfaqueado

Um homem, identificado como Marcelo Pavão, estava dentro de um ônibus da linha 448 quando …