Home Notícias Manaus Professora da rede municipal de ensino conquista o 3° lugar em concurso regional

Professora da rede municipal de ensino conquista o 3° lugar em concurso regional

2 minutos lido
13
Fotos – Eliton Santos / Semed

A professora Maria Raquel Souza, da rede municipal de ensino da Prefeitura de Manaus, conquistou, nesta terça-feira, 23/11, o terceiro lugar do prêmio “Experiências transformadoras em educação pública na Amazônia”, promovido pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), em parceria com o Instituto Unibanco. A cerimônia de premiação ocorreu de modo on-line e foi transmitida pelo canal do YouTube Fas Amazonia.

O prêmio tem como objetivo impulsionar e garantir a visibilidade às soluções de melhoria da educação pública na Amazônia, em decorrência das inúmeras dificuldades enfrentadas pelas populações da região.

A professora premiada, que integra a equipe da creche municipal Magdalena Arce Daou, localizada no bairro Santa Luzia, zona Sul, responsável por atender 220 crianças de 1 a 3 anos, desenvolveu o projeto “Quinta Literária: Leitores de Fraldas no Contexto das Aulas Remotas”. A ação teve por objetivo implantar práticas de leitura de maneira lúdica e criativa no contexto da primeiríssima infância, bem como envolver toda a comunidade escolar.

“Estou muito contente de poder representar a creche Magdalena Daou neste certame. Além de mostrar a potência criativa da creche em contextos educativos, que promovem a autonomia das crianças e de suas famílias no incentivo e promoção do incentivo à leitura. Incentivar o caráter pedagógico atrelado ao protagonismo dessas famílias neste processo é bastante gratificante para o educador das infâncias”, destacou.

O projeto é uma readaptação de outra iniciativa educacional, que funcionava antes da pandemia, conforme explicou a gestora da creche, Jucilene Seixas, que também destacou a importância para o aprendizado das crianças.

“Essa iniciativa complementou a um projeto macro que nossa creche desenvolvia em período regular de atendimento às crianças. É um projeto relevante, que serve de incentivo ao gosto pela leitura desde a creche, cuja intenção é o desenvolvimento pleno de nossos bebês e crianças”, comentou a gestora.

Concurso

A iniciativa reuniu 101 projetos de todos os Estados da Amazônia brasileira. Participaram da final, seis iniciativas educacionais. Os três melhores projetos receberam prêmios de incentivo nos valores de R$ 3 mil; R$ 2 mil e R$ 1 mil, para o primeiro, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

Além da premiação, todas as seis iniciativas finalistas terão espaço nos sites da FAS e do Instituto Unibanco, bem como serão divulgadas na Plataforma de Soluções Sustentáveis da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia). Este momento de reconhecimento está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Projeto

O trabalho pedagógico foi destaque no prêmio “Educação Infantil: Boas Práticas de Professores Durante a Pandemia”, pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, e ficou entre as cem melhores práticas pedagógicas de todo o Brasil. O projeto foi realizado no grupo de WhatsApp de cada turma da escola. As professoras faziam a contação de estórias por dramatização da literatura infantil, gravando vídeos, e o material era enviado e postado no Facebook e Instagram da creche municipal.

Comentários com Facebook

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Manaus

Leia Também

Prefeito David Almeida paga abono histórico para profissionais da educação no valor de R$ 133 mi

O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou o pagamento do maior abono da história do Fu…