Roberto Cidade destaca lei que cria política de diagnóstico e tratamento de depressão na rede pública - No Amazonas é Assim
Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, quinta, 20 de junho de 2024

Política

Roberto Cidade destaca lei que cria política de diagnóstico e tratamento de depressão na rede pública

Publicado

no

A pandemia de Covid-19 trouxe consigo, além de problemas físicos, problemas emocionais diversos. Para auxiliar na identificação precoce de comportamentos que podem ocasionar danos mais severos, principalmente em adolescentes, o deputado estadual Roberto Cidade (UB), presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), reforça a importância da Lei nº 4.876/2019, de sua autoria, que criou a política de diagnóstico e tratamento de depressão na rede pública de saúde.

roberto cidade destaca lei que cria política de diagnostico e tratamento de depressao na rede publica

Roberto Cidade destaca lei que cria política de diagnóstico e tratamento de depressão na rede pública – Imagem: Divulgação

“A pandemia deixou muitas sequelas, principalmente emocionais. São famílias que perderam entes, filhos que ficaram órfãos e outras mazelas que impactam diretamente na questão emocional, especialmente, entre crianças e adolescentes. Chamo atenção, mais uma vez, para essa lei para que ela seja mais conhecida e as pessoas saibam onde procurar ajuda”, afirmou.

LEIA TAMBÉM  Votação do Marco do Gás na Câmara dos Deputados esquenta discursões no AM

No primeiro ano da pandemia de Covid-19, de acordo com um resumo científico divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a prevalência global de ansiedade e depressão aumentou em 25%. Conforme o resumo, a pandemia afetou a saúde mental de jovens, que correm um risco desproporcional de comportamentos suicidas e automutilação.

LEIA TAMBÉM  Álvaro Campelo assina Pacto Nacional pela primeira infância

O resumo aponta ainda que as mulheres foram mais severamente impactadas do que os homens e que pessoas com condições de saúde física pré-existentes, como asma, câncer e doenças cardíacas, eram mais propensas a desenvolver sintomas de transtornos mentais.

“Precisamos difundir a informação, garantir o acesso ao diagnóstico e ao tratamento de doenças emocionais. É preciso desmistificar que depressão é mi, mi, mi ou falta de Deus. Depressão é uma doença e, como toda doença, precisa ser tratada”, disse.

Em Manaus, os atendimentos podem ser feitos nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

Publicidade
Se Inscreva em Nosso Canal no Youtube : No Amazonas é Assim - Notícias e Regionalismo

Locais e horários de atendimento:

LEIA TAMBÉM  Chico Preto anuncia apoio a David Almeida no segundo turno das eleições municipais

CAPS III Benjamin Matias Fernandes – Av. Maneca Marques, 1916- Parque 10 Acolhimento (atendimentos de primeira vez): segunda a sexta-feira, 8h às 17h;

CAPS III Álcool e Drogas Dr. Afrânio Soares – Av. Ephigênio Sales, nº5, Aleixo
Acolhimento (atendimentos de primeira vez): segunda a sexta-feira, 8h às 17h;

CAPS Infantojuvenil Leste – Avenida Adolpho Ducke, 1221, Conjunto Acariquara, Coroado
Funcionamento: segunda à sexta-feira, 7h às 17h;

CAPS Infantojuvenil Sul – Rua Santa Catarina, nº 3 – Parque das Laranjeiras
Funcionamento: segunda à sexta-feira, 7h às 17h.

 

Publicidade
Se Inscreva em Nosso Canal no Youtube : No Amazonas é Assim - Notícias e Regionalismo

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…

Notícias da ALEAM

Lendas Amazônicas, Urbanas e Folclóricas!

Curta a gente no Facebook

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Governo do Amazonas

Últimas notícias do Governo do AM

Tribunal de Contas do Amazonas

Últimas Notícias do TCE-AM

Assembleia Legislativa do AM

Últimas notícias da ALE-AM

Entre em nosso Grupo no Whatsapp

Participe do nosso grupo no Whatsapp

Últimas Atualizações