Home Notícias Amazonas Saiba como utilizar o Teatro Amazonas para o seu evento

Saiba como utilizar o Teatro Amazonas para o seu evento

2 minutos lido
105

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa abriu consulta pública, nesta sexta-feira (24/01), para o edital de seleção de propostas para autorização de uso com ônus do Teatro Amazonas em 2020. O edital dispõe sobre a realização de eventos e espetáculos com bilheteria, abertos ao público, e também de eventos comerciais e fechados a um público específico.

O documento, assim como todos os anexos que auxiliarão nas inscrições, ficam disponíveis para consulta pública até 29 de janeiro, na aba Editais do Portal da Cultura. O público poderá enviar sugestões para o e-mail [email protected].

O edital prevê que as propostas de eventos para o Teatro Amazonas serão divididas em três lotes no calendário, começando a partir de junho deste ano: sendo o primeiro lote de junho a dezembro; o segundo, de setembro a dezembro; e o terceiro, de novembro a dezembro.

Poderão participar pessoas físicas, maiores de 18 anos, e pessoas jurídicas. Não haverá limitação para a quantidade de projetos inscritos por proponente durante todo o período de inscrição, do 1º ao 3º lote. No entanto, todas as propostas apresentadas serão submetidas à aprovação da Comissão de Avaliação e Seleção Artística.

Propostas – Para a formalização das propostas de autorização de uso com ônus do Teatro Amazonas, o proponente poderá escolher um dos dois tipos de eventos: abertos ao público com cobrança de bilheteria ou fechados para convidados.

O edital prevê arrecadação da bilheteria como taxa de autorização de uso do espaço. Os valores diferem para eventos locais e para eventos nacionais ou internacionais e podem ser consultados no documento.

Os valores financeiros para eventos fechados (para convidados) de caráter comercial foram estipulados com base na capacidade e especificidade do equipamento cultural, conforme planilha constante do Anexo X, que também está disponível na aba Editais do Portal da Cultura.

Avaliação – O processo de seleção de propostas de cada lote será realizado em duas fases: análise técnica e análise documental.

A Comissão de Avaliação será composta por 10 membros de ilibada reputação e detentores de capacidade técnica, de conhecimento de natureza artística, sendo: três representantes da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, dois da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC); cinco representantes da sociedade civil por meio das entidades corporativas das linguagens artísticas e/ou das instituições de ensino superior. Os critérios para avaliação estão dispostos no edital para consulta.

Após a análise das sugestões apresentadas pela população, o edital será publicado no Diário Oficial do Estado.

Foto : Michael Dantas/ Secretaria de Cultura e Economia Criativa

 

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Amazonas

Leia Também

Treze suspeitos de envolvimento em onda de ataques são presos em operação no interior do AM

Treze pessoas foram presas durante a operação “Mão de Ferro”, em Careiro Casta…