Segundo den√ļncias, HPS Plat√£o Ara√ļjo sofre apag√Ķes e dificuldades no atendimento m√©dico

196

Funcion√°rios do Hospital Pronto Socorro Plat√£o Ara√ļjo, na Zona Leste da capital, denunciaram no final da manh√£ deste s√°bado (9) para alguns colegas da imprensa, que h√° in√ļmeros problemas no HPS.

Entre eles, equipamentos b√°sicos, como o Raio-X e o setor de ortopedia, que est√° paralisado por conta da falta de pagamento dos funcion√°rios, que n√£o recebem a pelo menos 4 meses.

Há cartazes na porta informando os serviços paralisados, e o mais grave é a situação da energia elétrica, que está sofrendo quedas desde a sexta-feira (08) e desde as 8h da manhã desse sábado, ainda não retornou.

Segundo a den√ļncia, apenas um gerador est√° funcionando e ele n√£o suporta toda a tens√£o do pr√©dio. Pacientes internados tem que enfrentar calor, falta de m√©dicos e os profissionais se desdobram para atender as ocorr√™ncias que chegam a todo momento.

Susam manda nota
Procurado pelo No Amazonas √Č Assim, a Susam informou que o¬†problema foi causado por um rompimento de cabo el√©trico que conduz energia da rua para dentro da unidade e j√° foram adotadas provid√™ncias para n√£o comprometerem o atendimento aos pacientes, e o gerador da unidade est√° funcionando.

A nota também informa que a secretaria já está providenciando geradores portáteis, e já fez contato com a Manaus Energia, que garantiu o restabelecimento em no máximo uma hora.

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado de Sa√ļde (Susam) informa que, t√£o logo tomou conhecimento sobre a falta de energia no Hospital e Pronto Socorro Plat√£o Ara√ļjo, adotou as provid√™ncias para garantir que o atendimento aos pacientes nao fosse comprometido. A situa√ß√£o se mant√©m sob controle, inclusive com a possibilidade de remo√ß√£o de pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para outras unidades da rede estadual de sa√ļde, se necess√°rio.

O gerador da unidade está funcionando e a secretaria está providenciando geradores portáteis para a UTI, caso haja necessidade, e também já fez contato com a Manaus Energia, que garantiu o restabelecimento da energia para a unidade em, no máximo, uma hora.

O problema foi causada por conta do rompimento de um cabo elétrico que conduz energia da rua para dentro da unidade.

Um engenheiro elétrico da Susam está no hospital acompanhando a situação.

Coment√°rios