Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, quarta, 30 de novembro de 2022

Esporte

Seleção brasileira leva farinha de mandioca para a Copa do Mundo do Catar

Publicado

no

A bagagem da seleção brasileira para Copa do Mundo do Catar inclui muito mais que os uniformes, equipamentos e remédios dos jogadores tem farinha de mandioca.

O cardápio dos jogadores é tratado de forma séria, e não poderia faltar nos mantimentos para a cozinha a farinha de mandioca, tratada com todo carinho é um item essencial no Qatar.

Segundo o pernambucano Hamilton Correia, analista de logística da seleção, este será o único alimento que o time vai transportar para o país-sede da Copa. “A gente vai levar só farinha de mandioca e o Jaime [Maciel, chefe da Seleção] está estudando levar alguns temperos também, mas é basicamente mandioca.”

Publicidade

Seleção brasileira leva farinha de mandioca para a Copa do Mundo do Catar – Imagem: Divulgação

FSerão 30kg para serem usados pelo chefe Jaime Maciel ao longo do Mundial. A farinha de mandioca é apenas uma pequena parcela das 5,5 toneladas de bagagem que a delegação brasileira levará para a Copa. O aparato vai para a Itália amanhã (12), junto com parte da delegação que irá atuar na preparação em Turim, antes da chegada ao Qatar.

A base da alimentação não vai ser farofa, obviamente, mas é que esse elemento da culinária brasileira foi um dos poucos não garantidos pelo hotel no qual a delegação ficará hospedada, em Doha.

Nas viagens que antecederam a Copa, o setor de logística da seleção conversou com a administração do local, enviou o cardápio com antecedência e verificou quais mantimentos seriam fornecidos com facilidade no Qatar. A maioria da demanda será suprida por lá mesmo. Outros itens menores para a cozinha serão levados do Brasil, como temperos.

Qatar é um país que importa a maioria dos produtos que consome”, cita o administrador da seleção, Hamilton Correia.

Mas a seleção não pode levar o que bem entender. As regras do Qatar impedem o transporte de bebidas alcoólicas e carne de porco. Esses dois vetos estão relacionados à doutrina do islamismo. Inclusive, Tite vai ter que pagar um preço “salgado” se quiser beber caipirinha em caso de título.

O cardápio da seleção é pensado para cinco refeições: café da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Nele não costuma haver muita carne de porco. Há opções de proteína em todos os almoços/jantares e elas abrangem frango, peixe e carne bovina.

Publicidade

O cardápio da seleção brasileira é montado pela médica nutróloga Andréia Picanço – a única mulher da delegação de 74 pessoas, inclusive. É preciso pensar em quem tem algum tipo de restrição alimentar. A execução fica por conta do chefe Jaime Maciel, que está na seleção desde 1995 e nas últimas convocações ganhou a companhia do auxiliar de cozinha José Aparecido.

A comissão técnica e a bagagem do Brasil vão neste sábado (12), em voo fretado, rumo a Turim, na Itália, onde a seleção fará seis dias de preparação antes de desembarcar em Doha. As instalações usadas serão hotel e CT da Juventus.

Seleção brasileira leva farinha de mandioca para a Copa do Mundo do Catar – Imagem: Divulgação

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…

Mulher...mãe....apaixonada....webwriter e sócia proprietária do Portal No Amazonas é Assim...E minha história continua ❤

Continue Lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Asfalta Amazonas

Alfabetiza Manaus: erradicar o analfabetismo é o nosso desafio

Alfabetiza Manaus: erradicar o analfabetismo é o nosso desafio

Homem de atitude se cuida o ano inteiro

Homem de atitude se cuida o ano inteiro

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Falando de Contas

Programa do TCE-AM

Facebook

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Tribunal de Contas do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações