Tanto fizeram que derrubaram Delegado pra Eduardo Bolsonaro virar líder do PSL

292

O embate interno entre o PSL e o presidente Jair Bolsonaro deu uma nova reviravolta, após a tentativa frustada de derrubar o deputado Delegado Waldir (GO), da liderança do PSL. A semana abriu com a notícia de que de fato o deputado Eduardo Bolsonaro haveria sido eleito.

O Delegado Waldir chegou inclusive a ameaçar que iria implodir o presidente e jamais imaginou que o poder executivo fosse se intrometer tanto no poder legislativo.

Nesta segunda-feira (21), porém, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi confirmando como novo líder do partido na Câmara dos Deputados.

O nome de Eduardo na liderança do partido foi oficializado no site da Câmara após deputados da ala bolsonarista do PSL terem apresentado uma nova lista para nomeá-lo como líder no lugar do deputado Delegado Waldir (GO), após tentativa fracassada na semana passada.

Depois que a lista foi apresentada o próprio Waldir reconheceu que estava “à disposição do novo líder”.

Deputado Eduardo Bolsonaro visita o senador Chico Rodrigues (DEM/RR), que pode ser o relator na sabatina para a indicação do novo embaixador brasileiro nos EUA. Brasilia 09-08-2019. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Há uma linha que diz que tudo isso é de olho no Fundo Partidário de 2020. O PSL partido do presidente Jair Bolsonaro terá R$ 359 milhões em 2020, juntando os fundos Partidário e Eleitoral. O PT, terá R$ 350 milhões. O MDB, R$ 246 milhões.

Dinheiro dos Fundos Partidários 2020 / Infográfico: Poder 360

Comentários