Urgente: Jornalista barrado em estádio por camisa com arco-íris morre no Catar - No Amazonas é Assim
Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, quarta, 01 de fevereiro de 2023

Esporte

Urgente: Jornalista barrado em estádio por camisa com arco-íris morre no Catar

Publicado

no

O jornalista americano Grant Wahl morreu, aos 49 anos, enquanto cobria a partida entre Holanda e Argentina, nesta sexta, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Ele passou mal nas tribunas do estádio Lusail durante o jogo, foi atendido no local por cerca de 20 minutos, recebeu massagem cardíaca e foi retirado de lá por uma maca para ir ao hospital. No entanto, não resistiu.

No último episódio de seu podcast, Grant Wahl mencionou que foi a uma clínica em Doha para tratar o que ele imaginava ser uma bronquite.

Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

O jornalista americano foi barrado em um estádio da Copa do Mundo no Catar por vestir uma camisa com um arco-íris na estampa no fim de novembro. Durante a fase de grupos, o repórter da CBS relatou como ficou “detido” em uma tenda por 30 minutos, com os seguranças o demandando que tirasse a peça de roupa, para que pudesse entrar no Ahmad bin Ali Stadium, em Al Rayyan, antes do jogo entre Estados Unidos e País de Gales.

O Twitter oficial da seleção dos Estados Unidos postou uma declaração lamentando a morte do jornalistas. No comunicado, a entidade declarou estar de coração partidos pelo acontecido e destacou que a “a crença de Grant no poder do futebol para promover os direitos humanos foi e continuará sendo uma inspiração para todos”.

A mulher de Grant Wahl, Celine Gounder, médica infectologista, se manifestou nas redes sociais.

– Muito agradecida pelo apoio da família do futebol e de muitos amigos que nos abordaram hoje à noite. Estou completamente em choque – escreveu Celine.

Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

O Los Angeles Galaxy, clube da MLS (liga de futebol dos EUA), também manifestou condolências.

Em uma rede social, Eric Wahl, irmão de Grant, afirmou que o jornalista não tinha problemas de saúde e relatou ameaças de morte ao profissional depois do episódio em que foi barrado. Eric, acredita que pode ter havido “jogo sujo” ou negligência, isso porque, antes da partida, o jornalista chegou a ser detido por cerca de 30 minutos, após usar uma camisa com as cores do arco-íris, em protesto contra o preconceito com a comunidade LGBTQIAP+ no país. Ele foi liberado para entrar no estádio após um tempo.

– Meu irmão estava saudável, ele me disse que recebeu ameaças de morte. Eu não acho que ele morreu (naturalmente), acho que ele foi morto.

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…
Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agência de Desenvolvimento Sustentável

Facebook

Matrículas 2023 para novos alunos

Matrículas 2023 para novos alunos

Nos Siga no Facebook

Nos siga no Facebook ⤵. Isso é muito importante pra gente 💚

O Trabalho Não Vai Parar

O Trabalho Não Vai Parar!

Governo do Amazonas

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações