Vídeo: Estudante de turismo ecológico fica cara a cara com onça-parda - No Amazonas é Assim
Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, quarta, 08 de fevereiro de 2023

Curiosidades

Vídeo: Estudante de turismo ecológico fica cara a cara com onça-parda

Publicado

no

Vídeo: Estudante de turismo ecológico fica cara a cara com onça-parda

Uma estudante de turismo ecológico e estagiária do Parque Nacional do Corcovado, na Costa Rica, passou por uma experiência que considera “a mais louca e tenebrosa” da sua vida, ao se deparar em uma trilha com uma onça-parda.

O inusitado e arriscado encontro foi gravado em vídeo pela estudante e publicado nas redes sociais.

Nas imagens, é possível ver o instante em que o animal se aproxima de Maria José Fallas Quirós, observando-a atentamente. A onça então a cheira e depois, assustada com algum sons distantes, foge embrenhando-se novamente na mata.

A estudante contou que começou a tremer assim que a onça se aproximou dela. Ela afirma que o animal chegou a tocá-la com uma das patas dianteiras. “Senti emoção e medo ao mesmo tempo”, diz ela no comentário de um post que publicou nas redes sociais.

Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

Foto: Reprodução

A onça-parda ou puma (Puma concolor) é também conhecida no Brasil por suçuarana e leão-baio. É um mamífero carnívoro da família dos felídeos (Felidae) e gênero Puma, nativo da América. Medindo até 1,55 metro de comprimento, sem contar a cauda, e pesando até 72 quilos, é considerado o segundo maior felídeo das Américas.

É o mamífero terrestre com a maior distribuição geográfica no ocidente, podendo ser encontrada desde a Columbia Britânica, no Canadá, até o extremo sul do Chile, habitando florestas densas e até áreas desérticas, com clima tropical ou subártico. É capaz de sobreviver em áreas alteradas pelo homem, como pastagens e cultivos agrícolas.

A onça-parda não está em risco de extinção segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais, mas já desapareceu de algumas localidades da América do Norte, Central e do Sul. As principais causas disso são a caça, seja por esporte ou retaliação por ataques ao gado, fragmentação e destruição do habitat, e em áreas muito populosas, atropelamentos.

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…
Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e um apaixonado pela nossa terra. Atualmente, participo de diversas ações e discussões na área de cultura, comunicação digital, turismo e empreendedorismo, além de ações sociais.

Continue Lendo
Publicidade

Siga-nos no Facebook

Agência de Desenvolvimento Sustentável

Matrículas 2023 para novos alunos

Matrículas 2023 para novos alunos

O Trabalho Não Vai Parar

O Trabalho Não Vai Parar!

Governo do Amazonas

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Governo do Amazonas

Últimas notícias do Governo do AM

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações