Vídeo: Pescador bate recorde mundial após pescar "tubarão" do Rio Amazonas, de mais de 70kg - No Amazonas é Assim
Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, sábado, 13 de julho de 2024

Brasil

Vídeo: Pescador bate recorde mundial após pescar “tubarão” do Rio Amazonas, de mais de 70kg

Publicado

no

O empresário goiano Antônio Pedro, de 26 anos, conquistou o recorde mundial, após pescar uma pirarara de mais de 70kg. Antônio Pedro pescou a pirarara, conhecida como o tubarão de água doce, de 1,4 metro enquanto fazia uma pescaria pelo Rio Xingu, no Mato Grosso.

O mérito vem após quase 10 anos de tentativas, conforme o empresário, o bagre nativo das bacias do Rio Amazonas, Tocantins e Araguaia foi pego no dia 22 de agosto do ano passado, sendo que o recorde só foi reconhecido cerca de dois meses depois, em dezembro, pela International Game Fish Association (IGFA).

Antônio afirma que contou com a sorte, mas que foi até o rio localizado em uma aldeia indígena, com a certeza de que poderia atingir o objetivo. O recorde anterior, segundo Antônio, também pertencia a um outro brasileiro e há anos não era quebrado ou sequer alcançado. O peixe, que foi superado pela pirarara pega pelo empresário, pesava cerca de 40 quilos e tinha 1,3 metros. Ou seja, sete centímetros e 30 quilos a menos.

LEIA TAMBÉM  Estudante de Odontologia prestes a se formar, entra em estado vegetativo durante cirurgia plástica

Porém quase que o sonho foi por água abaixo, segundo o pescador, isso porque, quando o bagre subiu à flor d’água, Antônio viu que o animal estava apenas com o anzol frouxo no canto da boca. Ao ser colocado dentro da canoa, o anzol saiu da boca do peixe sozinho.

Publicidade
Se Inscreva em Nosso Canal no Youtube : No Amazonas é Assim - Notícias e Regionalismo

Para ele, não há palavras que possam descrever a adrenalina e a emoção de fisgar o peixe de couro, que demorou cerca de três minutos para ser retirado de dentro da água. Embora a “briga” contra o “tubarão de água doce”, como também é conhecida a pirarara, foi curta, o momento foi inesquecível, principalmente após receber a placa pela IGFA, conforme Antônio.

LEIA TAMBÉM  Vídeo: Criatura semelhante a um "Lobisomem" assusta moradores do DF

Reconhecimento exige cuidados

Antônio conta que precisou se preparar com antecedência para conseguir alcançar o recorde. Ele diz que não basta apenas pegar o peixe, mas é preciso medi-lo, pesá-lo e registrar cada momento, visto que a pessoa não pode ter ajuda de terceiros.

As medições, inclusive, precisam ser realizadas em locais planos e sem água, de acordo com o pescador. Os equipamentos também devem seguir as normas exigidas pelos órgãos mundiais de pesca esportiva.

Em busca de novos recordes

O pescador afirma que não pretende parar por agora e almeja alcançar novos recordes, como o da piraíba, também conhecida como “filhote”, considerada umas das maiores espécies de peixe de água doce do mundo.

LEIA TAMBÉM  Mulher pode ter sido morta em ritual macabro, saiba detalhes do caso

Além do bagre o foco do pescador são peixes: tucunaré amarelo, tucunaré azul e o tucunaré açu.

Pescador bate recorde mundial após pescar “tubarão” do Rio Amazonas, de mais de 70kg – Imagem: Divulgação

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…

Notícias da ALEAM

Lendas Amazônicas, Urbanas e Folclóricas!

Curta a gente no Facebook

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Governo do Amazonas

Últimas notícias do Governo do AM

Tribunal de Contas do Amazonas

Últimas Notícias do TCE-AM

Assembleia Legislativa do AM

Últimas notícias da ALE-AM

Entre em nosso Grupo no Whatsapp

Participe do nosso grupo no Whatsapp

Últimas Atualizações