Home Notícias Brasil Imagens mostram PM sendo baleado dentro de academia

Imagens mostram PM sendo baleado dentro de academia

1 minutos lido
197
Foto: Reprodução

As câmeras de segurança de uma academia de ginástica e musculação em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, flagraram o tiroteio que matou o cabo da Polícia Militar Evaldo Souza Torres e deixou uma policial civil ferida. O crime aconteceu no dia 30 de junho e Evaldo morreu na semana passada.

Os vídeos revelam toda a ação até o momento da fuga dos bandidos. Em um primeiro momento, a câmera de segurança do lado de fora mostra um carro preto estacionado do outro lado da rua. Com a chegada do PM, três homens usando roupas pretas e armados, descem do carro e seguem na direção da academia.

Dois bandidos entram no local e o terceiro fica ao lado de fora. Eles estão encapuzados, usando luvas e já chegam atirando contra o agente, que consegue correr para perto dos equipamentos de musculação.

Na parte de dentro, os frequentadores se assustam com os disparos e correm. No chão, o PM luta com um dos bandidos, consegue desarmá-lo e atira contra ele.

O criminoso ferido consegue sair da academia com a ajuda do comparsa, que segue atirando na direção do policial. Na fuga, os suspeitos trocaram tiros com um policial militar que estava saindo de casa e um deles é baleado e morto.

De acordo com a PM, o cabo Evaldo Souza foi atingido por dois disparos. Ele estava internado no Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse, e morreu dias depois.
Segundo as investigações, uma agente da Polícia Civil que estava na academia também ficou ferida, mas sem gravidade. As investigações estão sob responsabilidade da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.

Os agentes fazem diligências para tentar identificar e prender os autores do ataque.

 

 

 

 

 

 

Fonte: O Dia

Comentários com Facebook
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Brasil

Leia Também

Mãe vende filha recém nascida por R$ 200 e ainda parcela em duas vezes

Acusada de vender a filha recém-nascida por R$ 200 no ano passado, Marilza Medeiros da Con…