Única sobrevivente de chacina da à luz em Manaus

2699

No último domingo (18), às 22h31, a dona de casa Rosilana de Jesus, 34, após 8 meses de gestação, deu à luz a um bebê do sexo feminino em uma maternidade pública de Manaus. A mulher foi a única sobrevivente de uma chacina ocorrida na rua Ibitiba, no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus.

A sobrevivente da chacina está sedada em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) – Imagem: Divulgação

Durante a ação criminosa a mulher foi alvejada com dois tiros na cabeça. Depois que foi baleada, Rosilana teve pré-eclâmpsia, aumento da pressão arterial acima de 140/90 mmHg (milímetros de mercúrio), e precisou ser internada às pressas.

Rosilana está sedada em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), já a criança recém-nascida possui quadro estável e está internada em unidade semi-intensiva (UCI) de uma maternidade pública. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam).

A chacina que vitimou Márcia Gonçalves de Jesus, 44; Isadora de Jesus Roque, 14; Edmundo de Jesus Roque, 21; Adriana de Jesus Roque, 17; Luiz Carlos, 18, ocorreu na rua Ibitiba, no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus. O crime foi motivado por disputa do território de tráfico de drogas, de acordo com a polícia.

O alvo deles era o Ádrio. Ele percebeu a chegada do carro e saiu por trás. Ele era ‘aviãozinho’ de um traficante da área. Após ele começar a pegar droga com outro fornecedor, o traficante teria ficado com raiva e ordenado a execução. Ao perceber os caras, ele saiu pela janela de trás da casa“, disse um parente das vítimas.

De acordo com parentes, uma das vítimas era um jovem que não tinha envolvimento com o tráfico de drogas, era membro de uma igreja e estava planejando morar com o pai em outra cidade.

Após terem sido removidos pelo IML, os corpos foram liberados para o velório que foi realizado em uma Associação de Moradores, que fica em um Prosamim localizado na Zona Centro-Sul de Manaus.

Comentários