Home Notícias Esporte Nacional vence o Princesa e segue vivo na briga pelo título do Barezão 2019

Nacional vence o Princesa e segue vivo na briga pelo título do Barezão 2019

2 minutos lido
50

O Tubarão estava com 100% de aproveitamento, o Nacional começava a engrenar e entrar na briga pelo título, e a noite desta quarta-feira (20), em partida válida da 4º rodada do Campeonato Amazonense, foi o dia que deu tudo certo para o Leão da Vila. 2 a 1 foi o placar do jogo, com 2 gols do atacante Romarinho, que tem se destacado nessa temporada, e o Binho descontou para o Princesa.

Nacional vence Princesa do Solimões e cola na briga pela liderança. / Foto: Nickson Maciel
Nacional vence Princesa do Solimões e cola na briga pela liderança. / Foto: Nickson Maciel

No primeiro tempo, o Nacional abriu o placar aos 8 minutos com Romarinho. Fabinho lançou para o atacante que tocou na saída do goleiro Ferrari. Logo após, Bernardo quase faz o segundo após passe de Romarinho. O Princesa teve oportunidades, tentou reagir mas sem sucesso.

Já no segundo tempo, o Nacional começou no ataque e aos 10 minutos Fabinho fez uma jogada individual e tocou para Romarinho, que marcou um golaço. Aos 22, Paulinho marcou mais um gol para o Leão, mas o árbitro anulou porque viu o impedimento de Ray na jogada anterior. O Princesa encontrou o gol com Binho, de cabeça, após cruzamento de Rafael Vieira e diminuiu o placar.

O Atacante Romarinho marcou 2 gols na noite de ontem, em jogo do Barezão. / Foto: Nickson Maciel
O Atacante Romarinho marcou 2 gols na noite de ontem, em jogo do Barezão. / Foto: Nickson Maciel

O Nacional vai para a segunda posição com os mesmos 9 pontos do Princesa, que sege na liderança por conta do saldo de gols. Na próxima rodada, o Nacional encara o Fast no sábado, as 15h na Arena da Amazônia, e o Princesa recebe o Manaus no domingo, às 16h no Gilbertão, em Manacapuru.

Jogo paralisado no final

Aos 50 minutos do segundo tempo, o árbitro auxiliar Uesclei Regison Pereira do Santos acusou um torcedor do Nacional de Injúria Racial. Segundo o auxiliar, o torcedor teria chamado-o de ‘Macaco’. A polícia tentou encontrar o acusado, mas não encontraram. O jogo ficou parado por quatro minutos, e a torcida revoltada com o assistente pela anulação do gol.

Em 2018, ele já tinha relatado em súmula da partida entre Fast x Penarol, também pelo Campeonato Amazonense, um caso de injúria racial, acusando parte da torcida do rolo compressor. Entre os insultos havia palavras como macaco e senzala. O caso foi denunciado pela vítima e em seguida pelo árbitro, Weden Cardoso Gomes.

O Fast chegou a ser condenado pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM) a perder 3 pontos na competição além de pagar uma mula de R$3 mil. A decisão pela perda de pontos foi revogada, e o clube obrigado a pagar apenas a multa estabelecida.

Cenas lamentáveis

Após o término do jogo, alguns torcedores criaram um princípio de tumulto nas arquibancadas, e alguns mais exaltados chegaram a brigar na saída da Arena da Amazônia. Segundo algumas pessoas próximas, a revolta por conta de alguns insultos ao Princesa, que acabaram fazendo os torcedores se exaltarem. O policiamento que estava em campo, no momento fazia a proteção da arbitragem.

Comentários com Facebook
Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Nickson Maciel
Carregar Mais Em Esporte

Leia Também

Sargento da Polícia Militar, Anderson “Choque” fará defesa de cinturão no Skull Champions 2.0

Na disputa mais aguardada da segunda edição do Skull Champions MMA, o sargento da Polícia …